segunda-feira, maio 20, 2024

MAIS DUAS TECNOLOGIAS QUE AUMENTAM A SEGURANÇA DOS IMPLEMENTOS NOMA

  • Iluminação Safet Light aumenta a segurança nas laterais e pontos cegos do implemento rodoviário Noma
  • Monitoramento dos pneus aumentam a segurança e reduz os custos de manutenção e consumo do conjunto

A Noma do Brasil, empresa paranaense fabricante de implementos rodoviários, apresenta duas novas soluções para o transporte de cargas que visam melhorar a segurança veicular nas estradas brasileiras. As tecnologias são o sistema de iluminação Safe Light e o sistema de monitoramento da pressão dos pneus (TPMS).

O Safe Light é um sistema pioneiro que sincroniza as lanternas traseiras e laterais dos equipamentos, permitindo que os motoristas que trafegam ao lado do conjunto sejam alertados sobre as intenções do condutor da carreta, como uma mudança de faixa. O sistema reconhece o sinal do pisca alerta da lanterna traseira e emite um sinal para as lanternas laterais, que piscam em conjunto. O objetivo é evitar colisões laterais causadas por má visibilidade ou dimensões dos veículos.

A Noma foi a primeira fabricante de implementos rodoviários a ter 100% de seus produtos com iluminação em LED, e tornou o Safe Light e o TPMS padrão em todas as linhas de implementos rodoviários da nova Geração Titanium desde 2020. A tecnologia já é homologada pelos organismos reguladores e recebeu elogios de diversos especialistas em segurança veicular, que a consideram um marco no segmento.

Nos siga no LinkedIn!

Pneus mais seguros

O TPMS é um sistema que permite o monitoramento da condição de 100% dos pneus da carreta, independentemente do caminhão. O sistema coleta os dados de temperatura e pressão dos pneus e os comunica ao motorista por meio de um aplicativo no celular, via bluetooth. Além disso, uma lâmpada na carreta acende quando há alguma anomalia nos pneus, como um aquecimento brusco.

O motorista pode então parar o veículo e verificar no aplicativo qual o pneu que está apresentando problemas. Assim, a ferramenta pode ser fundamental para evitar incêndios nos pneus, que podem provocar acidentes fatais e todas as consequências que um acidente provoca em atividade do transportador.

Além disso, o TPMS contribui para a redução dos custos dos transportadores, pois evita o desgaste excessivo dos pneus, componentes de eixo e suspensão,  e o consumo de combustível causados pela pressão irregular dos pneus.

A tecnologia é inédita no mercado, pois não depende de um sensor instalado no caminhão para funcionar. “A iniciativa de desenvolvermos essas duas novas tecnologias pioneiras comprova nosso empenho em contribuir com os esforços da indústria e dos organismos públicos, em reduzir os acidentes em nossas estradas. Por fim, há um ganho duplo, já que além da segurança essas soluções também se transformam em fatores de competitividade para quem for utilizá-las”, afirmou Marcos Noma, CEO da Noma do Brasil.

GRUPO RODONAVES INVESTE R$ 37 MILHÕES EM CAMINHÕES COM TECNOLOGIA EURO 6

- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

7 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui