terça-feira, junho 25, 2024

O espaço das mulheres na Fenatran 2024

Entidades e empresas no Brasil estão, cada vez mais, abrindo espaço para a participação feminina no setor de transporte rodoviário de carga (TRC). Atualmente, responsável por movimentar 65% dos bens e mercadorias no país, o setor ainda é composto majoritariamente por homens, que representam 85% da força de trabalho. As mulheres, em sua maioria, ocupam cargos administrativos e de supervisão, então com apenas 3% atuando na condução de caminhões ou em posições de alta liderança, segundo Pesquisa do IPTC, divisão de pesquisa do Setcesp (Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de São Paulo e Região).

Para colaborar com a mudança desse cenário, a Fenatran promove a 3ª edição do Fórum de Mulheres no Transporte e Logística. A saber, o evento será realizado na quinta-feira, 07 de novembro, das 14h às 17h, durante a 24ª edição da feira, e contará com painéis, palestras e casos de sucesso focados em promover a equidade de gênero no TRC e na logística.

Leia também:

Mulheres no transporte: desafios e oportunidades em diferentes operações

Thiago Braga Ferreira, gerente da Fenatran, destaca assim, a importância do evento: “Vamos reunir exemplos práticos que reduzem as desigualdades de gênero e trazem mais diversidade para as organizações”, afirmou.

Saiba mais:

Dia Internacional da Mulher é pauta todos os dias no Frota News

A curadoria do Fórum inclui três projetos importantes para a inclusão de mulheres no setor:
  1. Movimento Vez & Voz: Iniciativa do Setcesp, lançada em 2022. O movimento visa inspirar e capacitar mulheres, aliás, de desenvolver políticas inclusivas e promover debates sobre diversidade. “Estamos obtendo bons resultados que incentivam a capacitação das mulheres para o mercado de trabalho”, comentou Ana Jarrouge, presidente executiva do Setcesp.

    campanha solidária
    A formação de mulheres, muitas vezes, ocorre graças a empresas madrinhas que custeiam a inscrição e, geralmente, já contratam as alunas
  2. Movimento A Voz Delas: Criado em 2019 pela Mercedes-Benz do Brasil, o movimento se concentra na conscientização e melhoria das condições das mulheres nas estradas, incluindo motoristas e as chamadas “cristais”, companheiras dos caminhoneiros. “Queremos mobilizar e conscientizar as pessoas para um olhar voltado às mulheres no transporte”, disse Ebru Semizer, gerente sênior de pós-vendas e idealizadora do movimento.
  3. Movimento Rota Feminina: Fundado por Suzana Soncin e Fernanda Sarreta, o movimento visa capacitar e desenvolver profissionalmente mulheres no ecossistema logístico, oferecendo mentoria, workshops e cursos. “Nosso propósito é valorizar as mulheres para conquistarem seu espaço’, destacou Suzana Soncin.
  4. espaço
    1ª turma de formação de mulheres motoristas patrocinada pela Rodonaves, através do programa Frete Solidário, encerrou neste sábado. Foram 13 dias intensos de atividades pedagógicas, 116h de conhecimento compartilhado, desenvolvendo e aprimorando habilidades comportamentais e técnicas. 384h de convivência nas instalações da Fabet num processo de imersão. Prontas para o desafio de conduzir veículos com segurança e eficiência. Prontas para inspirar e transformar empresas, trânsito e comunidades!

Nos siga no LinkedIn!

- Publicidade -

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui