quarta-feira, julho 24, 2024
- Publicidade -

VIX Logística lançamento caminhão elétrico Atlas de 120 toneladas de PBTC

- Publicidade -

A VIX Logística, empresa pertencente ao Grupo Águia Branca, acaba de dar um passo significativo no segmento de transporte de cargas ao lançar o caminhão elétrico Atlas. Este é o primeiro no país com capacidade de tração de 120 toneladas. Essa iniciativa integra o portfólio do VIVA — VIX Veículos Autônomos, a nova vertical de negócios da empresa dedicada à inovação e à criação de tecnologias sustentáveis voltadas para a logística.

O Atlas é fruto de uma transformação no chassi do modelo Mercedes Benz Axor 3344, passando por um processo de adaptação para operar com propulsão elétrica (também conhecido como retrofit). A tecnologia utilizada substitui os combustíveis fósseis por baterias de fosfato de ferro-lítio (LFP), reduzindo significativamente a emissão de CO₂.

A conversão para um veículo elétrico desse porte representa uma economia mensal de até 8.300 litros de diesel em determinadas rotas, além de evitar a emissão de quase 21 toneladas de CO₂ por mês.

Leia também:

BorgWarner impulsiona produção de sistemas elétricos e turbocompressores

Elias Alves, diretor da VIX e responsável pelo VIVA, destaca que a iniciativa reflete a cultura inovadora da empresa, que se mantém aberta a novas ideias. “O drive de inovação nos permite testar soluções criativas e arrojadas para os desafios da integração de equipamentos. A adoção de tecnologias mais eficientes e sustentáveis é uma tendência do mercado, colocando a VIX na vanguarda desse movimento”, ressalta Alves.

A equipe do VIVA enfrentou o desafio técnico de desenvolver tecnologias que aumentassem o desempenho do Atlas sem comprometer a eficiência energética. O equilíbrio entre capacidade de tração, autonomia e dimensões das baterias foi cuidadosamente definido, seguindo rigorosos protocolos de segurança da indústria automotiva.

Leia sobre segurança em implemento rodoviário:

MAIS DUAS TECNOLOGIAS QUE AUMENTAM A SEGURANÇA DOS IMPLEMENTOS NOMA

Marcos Nunes, gerente do VIVA, enfatiza o potencial do Atlas em diversas operações, como transporte interno de madeira, movimentação de produtos siderúrgicos em áreas portuárias, rechego de materiais em áreas de mineração e siderúrgicas, e movimentação de matérias-primas em áreas industriais. Ele ressalta a versatilidade do veículo, que pode se adequar a diferentes setores, promovendo eficiência e sustentabilidade.

Para a recarga, o caminhão requer um ponto específico de energia com corrente contínua para recarga rápida. Este requisito é facilmente atendido em operações industriais com geração própria de energia elétrica. Além disso, o Atlas possui sistemas avançados de controle de temperatura, supressão de incêndio e sensores integrados para garantir a segurança durante a operação. Veículos comerciais não podem contar com as concessionárias públicas de energia elétrica.

Gestão em Segurança no Transporte:

Fabet-SP abre inscrições para 1ª edição do curso Gestão em Segurança de Transporte de 2024

Nos siga no LinkedIn

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Últimas notícias
você pode gostar:

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui