quarta-feira, julho 24, 2024
- Publicidade -

Scania K 230E: primeiro ônibus elétrico 100% no Brasil

- Publicidade -

A Scania anunciou o lançamento do K 230E B4x2LB, o primeiro ônibus 100% elétrico da marca a ser fabricado no Brasil, em São Bernardo do Campo (SP). A produção faz parte do investimento de R$ 2 bilhões para o ciclo 2025-2028, com vendas previstas para começar na Lat.Bus 2024, de 6 a 8 de agosto no São Paulo Expo.

O K 230E, com carroceria Caio eMillennium, é a terceira geração de desenvolvimento de ônibus elétrico da Scania, baseado no chassi K utilizado em seus modelos a combustão. A produção inicial está programada para março de 2025, com testes das primeiras unidades. A Scania planeja vender 50 unidades no primeiro ano e entre 100 e 150 unidades no ano seguinte, com preços começando em R$ 2 milhões para o chassi e R$ 3 milhões com a carroceria.

Leia também:

Por que os acionistas do TRATON Group (VW Caminhões, Scania, MAN e Navistar) estão felizes?

Além do modelo elétrico, a Scania continua a oferecer ônibus a gás e a combustão Euro 6 no Brasil. Com o lançamento do K 230E, a empresa amplia suas opções para a transição energética no setor de transportes. Na Lat.Bus 2024, a Scania apresentará também novidades nos ônibus a combustão visando a redução de consumo.

K 230E
O novo ônibus elétrico será montado na mesma linha de chassi K com motor a combustão

O K 230E B4x2LB possui autonomia de 250 a 300 km em condições severas e capacidade para até 80 passageiros. Oferece quatro ou cinco pacotes de baterias e tração 4×2, suportando carrocerias de 12 a 14 metros. Segundo Marcelo Gallao, diretor de Desenvolvimento de Negócios da Scania, a versão inicial será urbana com potência de 230 kW.

O sistema elétrico do K 230E, com potência de 230 kW e câmbio de duas marchas, garante um desempenho robusto. O ônibus tem um carregador de 130 kW, com tempo de carregamento entre 150 e 170 minutos. O motor, denominado EMC 1-2, oferece potência contínua de 230 kW e torque de 2.200 Nm a 0 rpm, com pico de 300 kW e torque de até 5.600 Nm em situações extremas.

As baterias do K 230E são do tipo NMC (lítio-níquel-manganês-cobalto), conhecidas por maior densidade de carga e menor peso. Desenvolvidas em parceria com a Northvolt e importadas da Suécia, as baterias são modulares, facilitando a distribuição de carga e aumentando a capacidade de transporte de passageiros.

Saiba mais:

Scania apresenta ônibus rodoviário com motor a gás

A fábrica de baterias da Scania em Södertälje, na Suécia, utiliza energia renovável em seu processo de fabricação, buscando minimizar o impacto ambiental. Esse compromisso com a sustentabilidade diferencia a Scania de outros países produtores que utilizam combustíveis fósseis na produção de baterias.

Com a introdução do K 230E, a Scania se junta a outras oito marcas no mercado de ônibus elétricos no Brasil, incluindo Volvo, Volkswagen, Mercedes-Benz, Marcopolo, Eletra, Ankai, BYD e Higer, ampliando as opções para os transportadores de passageiros no país.

Nos siga no LinkedIn!

Leia mais sobre o projeto de eletromobilidade na edição 41 da revista digital Frota News, em breve, estará para download em breve no site.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui