quarta-feira, maio 22, 2024

VENDAS DE CAMINHÕES IVECO GNL CRESCEM NA AMÉRICA LATINA

Caminhões movidos a gás natural liquefeito (GNL) da Iveco estão ganhando cada vez mais destaque na América do Sul. Este tipo de caminhão oferece vantagens em relação ao modelo movido a gás natural veicular (GNV), porém, exige um investimento inicial maior para entregar os benefícios superiores. A principal é a autonomia, que pode chegar a 1.600 km. No entanto, já bateu o recorde de 1.728 km. 

As empresas estão escolhendo essa opção não apenas para cuidar do meio ambiente, mas também para reduzir os custos operacionais, sem comprometer a produtividade.

Entre as marcas presentes na região, a Iveco é a que conta com mais experiência global, sendo mais de 25 anos em pesquisa e desenvolvimento de combustíveis alternativos, mesmo não tendo sido a pioneira no Brasil. 

Entregas globais

Reinaldo Rossoni, diretor Comercial da Iveco para a América Latina, enfatizou a confiabilidade da tecnologia GNL, que foi totalmente validada pela empresa europeia. Desde 1996, a Iveco já fabricou mais de 45.000 unidades de caminhões movidos a GNL, que percorreram mais de um bilhão de quilômetros.

“O cliente pode ter certeza de que está adquirindo um produto de alta performance. Para cuidar do meio ambiente, não precisamos renunciar a potência ou rentabilidade, mas a tecnologia que utilizamos em nossos veículos nos permite oferecer o mesmo desempenho de um veículo a diesel, reduzindo os custos operacionais e proporcionando maior rentabilidade para as transportadoras”, acrescentou Rossoni.

A Iveco está comprometida em atender às diversas demandas dos mercados, buscando entender as necessidades do transporte e sua evolução. A marca possui uma rede de atendimento comercial e de serviços que trabalha em conjunto com os clientes, contribuindo para a construção da marca e a análise do mercado local.

GNL
O S-Way pode receber diferentes composições de tanques, conforme a autonomia desejada

S-Way GNL

Na Argentina, um dos principais mercados da região, a Andes Motor se tornou um novo parceiro estratégico da Iveco em 2022. Por meio dessa parceria, 15 caminhões S-Way movidos a GNL foram entregues ao Grupo San Gabriel, que possui a maior frota de caminhões Iveco movidos a GNL na América Latina. Esses veículos serão utilizados para o transporte de produtos da multinacional Nestlé e uma parte deles será conduzida exclusivamente por mulheres treinadas pelo Grupo San Gabriel por meio do programa “Mujer, dirige tu futuro” (Mulher, conduza o seu futuro).

Carlos Niebirt, gerente assistente de Caminhões da Iveco no Chile, afirmou que a introdução do primeiro S-Way movido a GNL no mercado latino-americano representa um marco importante. Ele destaca a inovação que a Iveco e a Andes Motor estão buscando ao oferecer novas alternativas de combustão.

O S-Way movido a GNL é o primeiro caminhão do mercado que utiliza gás natural. Foi projetado especialmente para o transporte internacional de longa distância. Ele detém o recorde mundial de autonomia para um veículo movido a GNL, podendo percorrer uma distância de 1.728 km com uma única carga.

TotalEnergies

Na República Dominicana, através do distribuidor oficial Martí, foram entregues os primeiros caminhões X-Way movidos a GNL para a TotalEnergies. Dessa forma, a multinacional adquiriu 13 veículos visando sua ambição de se tornar o principal player de energia responsável e alcançar a neutralidade de carbono até 2050.

William Costa, gerente de Vendas da Iveco na América Latina, destacou que essa é a primeira compra da TotalEnergies de caminhões movidos a gás natural. Assim, a empresa já está negociando novos pedidos para renovação de sua frota em 2024. Ademais, a ideia é substituir uma grande parte dos veículos a diesel por novas unidades movidas a GNL.

Os caminhões X-Way movidos a GNL possuem tecnologia Euro 6 de Gás Natural. Certamente, eles podem reduzir as partículas poluentes em até 99% e emitindo o mínimo de ruído. Ademais, também apresentam caixas Hi-Tronix de 12 velocidades. A cabine é espaçosa, com melhor ergonomia para os motoristas, sistemas de segurança ativa e passiva, além de proteção para cargas perigosas. Por fim, esses veículos já receberam inúmeros prêmios de design em todo o mundo.

Nos siga no LinkedIn!

Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui