quarta-feira, julho 24, 2024
- Publicidade -

Segurança: Scania, Fidens e Hexagon apresentam caminhão operado à distância

- Publicidade -

Há operações com caminhões que são arriscadas para os motoristas. Recentemente, a Mercedes-Benz do Brasil apresentou uma solução para essas operações. São os caminhões conduzidos à distância por um controle remoto, igual nos jogos de video games. E a Mercedes-Benz não está sozinha como fornecedora desta solução. Uma parceria entre Scania, Fidens e Hexagon marcou o lançamento do primeiro caminhão 8×4 teleoperado. A Casa Scania Itaipu é a concessionária responsável pela venda e garantirá todo o apoio no trabalho com o completo pacote de soluções de serviços que dispõe em sua competente estrutura de cobertura nos estados de Minas Gerais e Pará. 

O projeto utiliza o caminhão Scania G 500 8×4 XT Heavy Tipper, com a Hexagon fornecendo toda a tecnologia necessária para a adaptação, instalação elétrica, câmeras e o cockpit de comando remoto. A Fidens, prestadora de serviços de mineração, principalmente para a Vale, ficou encarregada do desenvolvimento e operação do veículo. A Fidens, fundada em 1950 em Minas Gerais, também atua na área de construção pesada.  

Leia também:

Green Fuel: a tecnologia brasileira com hidrogênio para veículos comerciais

O Scania G 500 8×4 XT Heavy Tipper é projetado para o trabalho fora de estrada, com um PBT (Peso Bruto Total) técnico de 60 toneladas e um motor de 500 cv de potência. Essa nova solução para a mineração promete aumentar a produtividade, segurança e velocidade de operação, além de oferecer ganhos de eficiência e redução de quebras no árduo trabalho nas minas. O caminhão sai de fábrica com garantia e homologação da Scania. 

O principal foco desse primeiro caminhão teleoperado é atuar em áreas de risco e no descomissionamento de barragens. Após os recentes desastres em barragens de mineração da Vale, em 2019, tornou-se obrigatório no Brasil o descomissionamento de barragens construídas pelo método de alteamento a montante, que são mais suscetíveis a infiltrações de água e rompimentos. A Agência Nacional de Mineração (ANM) é a responsável pela fiscalização e regulação dessas atividades no país. 

Leia a edição 21 da revista Frota News:

Frota News
Edição comemorativa

O controle remoto do caminhão é realizado por meio de um cockpit equipado com tecnologia da Hexagon, que inclui câmeras e sistemas de telemetria que permitem a condução total do veículo a quilômetros de distância. Não há um limite definido para a distância entre o operador e o caminhão, sendo possível, por exemplo, que o operador esteja a 30 km de distância. Diversas câmeras e sensores no caminhão ajudam o operador a realizar manobras, carregamento, descarregamento e outras tarefas comuns na mineração. 

Potencial para mais 50 caminhões

 “A Fidens trouxe e desenvolveu, em 1997, em conjunto com a Scania, o primeiro caminhão 8×4 da mineração brasileira. Em 2024, exatos 27 anos depois, agregamos a Hexagon a esta parceria e desenvolvemos o primeiro 8×4 teleoperado do Brasil. Acreditamos que este caminhão irá revolucionar os serviços de descomissionamento de barragens, atividade de grande importância na redução de riscos ambientais da mineração. Essa nova tecnologia trará mais produtividade, mais segurança na operação e menor custo”, afirma Thiago Frauches, diretor comercial da Fidens. “Estamos há 22 meses desenvolvendo esta nova solução, e chegou a hora de mostrar ao mercado.” 

 “Essa solução de teleoperação vai beneficiar toda a comunidade. Eu costumo falar que essa é uma verdadeira iniciativa ESG, pois estamos nos preocupando com a segurança dos operários, com a menor emissão de poluentes e a diminuição no consumo de combustível. Ou seja, uma eficiência operativa. Além disso, estamos protegendo a comunidade próxima às barragens, numa operação muito mais segura e bem mais controlada”, conta Rodrigo Couto, presidente da Hexagon América Latina, divisão de Mineração. 

Portfólio ampliado

“A Scania acreditou desde o primeiro momento neste projeto. O potencial de negócio do descomissionamento de barragens é enorme. Nos preparamos desde o início para atender da melhor forma a Fidens. A tecnologia da Hexagon é muito eficiente e estamos entregando em conjunto uma solução perfeita para este tipo de operação. O competente apoio da estrutura da Casa Scania Itaipu para suportar a Fidens será essencial”, diz Luciano Piccirillo, novo gerente de Vendas de Soluções Off-Road da Scania Operações Comerciais Brasil. “O G 500 8×4 teleoperado passa a fazer parte do nosso portfólio de produtos para o mercado a partir de agora”, completa. 

O G 500 8×4 XT Heavy Tipper não-tripulado possui suspensão dianteira com capacidade de 22 toneladas, suspensão traseira com capacidade de 38 toneladas, desenvolve torque de 2.550 Nm e conta com a caixa de câmbio Opticruise GRSO935R. O veículo também traz eixo RBP900 e freio auxiliar hidráulico Scania Retarder de 4.100 Nm. 

As soluções desenvolvidas pela Scania incluem uma coluna de direção com volante ajustável de ângulo, nova caixa de direção elétrica com sistema de direção servo assistida para o segmento e sistema de direção teleoperado com acionamento via correia, polias e suporte do motor elétrico da Hexagon.  

Além disso, houve reforço na fixação do suporte do motor elétrico da Hexagon, acabamento nas capas da coluna de direção e de proteção do sistema de condução e do motor elétrico. Foram realizadas preparações e instalações do sistema de acionamento do bloqueio do diferencial, definição do local ideal para a instalação do suporte de antenas e câmeras, e ajustes nos sistemas de freios e elétricos. 

Este avanço tecnológico representa um marco significativo na mineração brasileira, trazendo mais segurança, eficiência e sustentabilidade para o setor. 

Nos siga no LinkedIn!

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui