domingo, maio 19, 2024

Green Fuel: a tecnologia brasileira com hidrogênio para veículos comerciais

Como reduzir as emissões de uma frota de 2.118.146 caminhões e 323.902 ônibus? A startup Green Fuel tem uma das soluções tecnológicas possíveis. Antes de tudo, é importante entendermos o contexto desta frota de veículos comerciais pesados que totaliza 2.442.048 veículos. Deste total, apenas 1.566 são de modelos elétricos. Os dados são do Anuário da Indústria Automotiva Brasileira de 2023, publicado pela Anfavea, entidade que representa as montadoras.

Não é difícil de imaginar que demorará décadas para a renovação desta frota por tecnologias menos poluentes, seja elétrico, movido por biometano, hidrogênio, HVO, etc. Os veículos pesados movidos por motores à combustão interna continuarão em produção nas próximas décadas, principalmente se considerarmos o alto custo das novas tecnologias e a infraestrutura necessária para atender as novas tecnologias.

Algumas alternativas podem ser utilizadas para mitigar as emissões de poluentes por meio da redução de combustíveis. Algumas delas são o treinamento dos motoristas e o uso de tecnologias de transição, que são mais acessíveis economicamente e não demandam grandes alterações no veículo, tampouco na infraestrutura operacional.

Uma tecnologia de transição é oferecida pela startup Green Fuel, que desenvolveu um gerador de hidrogênio que melhora a queima do diesel. Entrevistamos um dos fundadores, Marcos Cesar, e um dos engenheiros envolvidos no projeto, Décio Del Debbio. Conheceremos em detalhes esta tecnologia.

O gerador de hidrogênio

O dispositivo GF 420 é composto, principalmente, por um eletrolisador e um módulo eletrônico. O eletrolisador ou gerador de hidrogênio é alimentado com uma solução ambientalmente amigável e o dispositivo não altera as configurações originais do veículo.

O GF420 pode ser dimensionado em função do padrão de consumo de combustível do veículo.

Green Fuel
O uso de dois geradores é para utilizado em veículos que tem um maior consumo de diesel por hora, como os cavalos mecânicos rodoviários

Uma das características dessa tecnologia é sua capacidade de gerar hidrogênio “on demand” e injetá-lo em forma de gás no sistema de admissão de ar dos motores a combustão interna.

Os benefícios dessa tecnologia foram comprovados em mais de 350.000 km e sete anos em testes em laboratórios e rodagem, por frotistas, e por uma empresa especializada independente.

A Netz Engenharia realizou testes com o GF 420. Pela norma SAE (Society of Automotive Engineers) J1321, a economia foi de 3,6 %. Considerando os valores de consumo em litros por 100 km, é possível identificar uma redução de 4,86%.

A porcentagem exata da redução de consumo pode variar conforme o perfil da frota e da operação. A imagem abaixo mostra o resultado de veículos da empresa Beviani Transportes equipado com o GF420:

Green Fuel
Os resultados nesta imagem são os verificados na Beviani Transportes

Leia também:

Noma do Brasil recebe Certificado de Energia Renovável 2023 Eco Ludfor

Os principais benefícios

Redução de Emissões: o Green Fuel melhora a queima de diesel, resultando em uma redução nas emissões de NOx, material particulado e CO₂.

Economia de Combustível: a redução das emissões ocorre principalmente pela diminuição do consumo de combustível e Arla, contribuindo para a diminuição dos custos operacionais dos veículos.

Aumento do período de troca de óleo: a tecnologia melhora a queima do diesel, com consequente redução da contaminação do lubrificante.

Instalação simplificada

Green Fuel
Mapa de componentes para instalação

O processo de instalação do dispositivo é feito de forma rápida e sem interferência nos componentes originais do veículo. O consumo de energia para o funcionamento do GF420 é muito baixo, equivalente a uma lâmpada de farol, o que exclui a necessidade de bateria extra, podendo ser alimentado pela bateria original do veículo.

Empresas como Transinai, Oliveira Energia, Mininghub, SPTrans, Beviani Transportes, Suzano, Marcopolo e Ventana Serra já testaram o sistema e colheram os benefícios. Atualmente, o Green Fuel já está instalado em 31 veículos da Beviani Transportes e 3 veículos da Cargolift. Além disso, a instalação está em andamento em 2 veículos da Viação Ouro e Prata, 3 veículos da Mineração Morro do Ipê e 9 veículos da Copa Energia. Algumas negociações com outras empresas estão em curso.

Sobre a Green Fuel

A startup Green Fuel teve o seu desenvolvimento iniciado no primeiro hub de inovação aberta do setor de mineração, a Mining Hub Depois, recebeu investimentos do chamado “Smart Money”, que são fundos de investimentos em startups. A qualificação da equipe da Green Fuel é a principal razão dos resultados alcançados.

Green Fuel
A imagem mostra os profissionais envolvidos neste desenvolvimento.

Marcos Villela | LinkedIn

Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui