quarta-feira, maio 22, 2024

OS BENEFÍCIOS E COMO TER UMA USINA DE ENERGIA SOLAR NA TRANSPORTADORA

  • Para ter uma usina de energia solar na própria empresa não precisa ser uma Ambev, mesmo esta sendo o melhor exemplo a ser seguido
  • Os benefícios são diversos, para a transportadora e para a sociedade para por fim às sobretaxas das bandeiras amarela e vermelha
  • As etapas para a execução de um projeto

Algumas transportadoras e embarcadores têm conseguido bons resultados com a instalação de usina de energia solar para reduzir o custo logístico. Entre os embarcadores, um dos melhores e maiores exemplos que existem no Brasil é o da Ambev. No entanto, não precisa ser uma gigante da fabricação de bebidas para gerar a própria energia, já que o “mini usinas” já existem em muitas residências.

usina de energia solar
Uma das 38 usinas de energia solar da Ambev

No entanto, quanto mais as empresas utilizarem fontes próprias para a produção de energia elétrica, mais elas contribuem para evitar que a população brasileira pague as sobretaxas das tarifas com bandeiras amarela e vermelha.

usina de energia solar
Pioneirismo da Ambev para a eletrificação da frota foi com a Volkswagen

Leia também: XCMG Lança Caminhão E Carregadeira De Rodas Elétricos No Brasil

VW e-Delivery, JAC e FNM

A Ambev já possui 38 usinas de energia solar funcionando nos centros de distribuição espalhados pelo país. A frota de caminhões elétricos já conta com mais de 250 caminhões elétricos entre os modelos VW e-Delivery e JAC iEV1200T. O objetivo é chegar a 1.600 unidades, substituindo parte da frota de cerca de 5.300 caminhões movidos a diesel.  

Os caminhões são abastecidos por essas usinas fotovoltaicas. Além dos caminhões da VW e JAC, a Ambev vem testando caminhão elétrico da startup FNM, fabricante brasileira que comprou a ícone marca antiga (isso uma história para outro artigo), que vai lançar seus caminhões elétricos em breve.

Os FNM elétricos serão produzidos na fábrica da Agrale, em Caxias do Sul (RS). Segundo registros no Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), duas unidades FNM foram licenciadas este ano para testes.

Exemplo de usinas em transportadoras

Duas transportadoras mineiras também já utilizam esse potencial da natureza para reduzir a conta de luz, ação que reverte, também, pontos positivos sobre as praticas de ESG.

Os exemplos são da Transmartins e Expresso Nepomuceno. Existem outros, mas esses dois são suficientes para mostrar os benefícios alcançados.

A Transmartins, de Belo Horizonte (MG), implantou as usinas em três unidades desde 2021. Com esta iniciativa, ela já economizou mais de R$ 200 mil em contas de energia elétrica.

A Expresso Nepomuceno investiu em quatro usinas de geração de energia fotovoltaica. Essas usinas são capazes de gerar, anualmente, um total de 35 MwH (megawatt-hora) de energia. Um MwH representa um milhão de watts de potência usados durante um ano.

Para ter uma noção prática, aqui estão algumas comparações que podem ajudar a visualizar a quantidade de energia:

  • 35 MWh é suficiente para alimentar uma casa média por aproximadamente 2.500 dias, considerando um consumo médio de 40 kWh por dia.
  • Se uma lâmpada incandescente de 100 watts ficasse ligada durante 35.000 horas, ela consumiria 3,5 MWh.
  • Um carro elétrico com uma bateria de 50 kWh poderia ser totalmente carregado cerca de 700 vezes com 35 MWh.

Além dos benefícios financeiros

A usina fotovoltaica também desempenha um papel fundamental na redução das emissões de gases de efeito estufa (GEEs).

Graças à opção da empresa em utilizar fontes de energia limpa e renovável, deixou-se de liberar essa quantidade de gases de efeito estufa. Se gerássemos energia por meio de fontes poluentes, como geradores a diesel ou termoelétricas, a quantidade significativa de CO2 agravaria o aquecimento global e as mudanças climáticas.

Como toda a sociedade se beneficia

A energia solar fotovoltaica é uma fonte limpa e renovável que utiliza a luz do sol para gerar eletricidade. Ao optar por essa forma de energia, a Transmartins coloca em prática um modelo de negócio sustentável e contribui para a diminuição da dependência de fontes de energia não renováveis, como os combustíveis fósseis, ou utilizar a energia das concessionárias de serviços públicos, sobrecarregando o sistema e fazendo a energia elétrica encarecer para toda a população com as sobretaxas.

Como implantar uma usina de energia solar

Iniciar um projeto para ter a própria usina fotovoltaica requer um planejamento cuidadoso e uma série de etapas. Aqui estão algumas orientações para uma transportadora que deseja iniciar esse projeto:

Avalie a viabilidade: antes de iniciar qualquer projeto, é importante realizar uma análise de viabilidade para determinar se a instalação de uma usina fotovoltaica é adequada para a transportadora. Considere fatores como a disponibilidade de espaço para instalação, a capacidade financeira para investir inicialmente e o potencial de economia de custos a longo prazo.

Realize um estudo de demanda energética: é essencial entender o consumo de energia da transportadora para dimensionar corretamente a usina fotovoltaica. Analise os dados de consumo de energia ao longo do tempo e identifique os períodos de maior demanda. Isso ajudará a determinar o tamanho e a capacidade da usina necessária para atender às necessidades energéticas da transportadora. Faça esta projeção considerando a expectativa de crescimento a médio prazo.

Pesquise e escolha um fornecedor:

Procure por fornecedores confiáveis de sistemas fotovoltaicos. Acima de tudo, realize pesquisas de mercado, solicite orçamentos e verifique a reputação e a experiência dos fornecedores. Escolha aquele que ofereça a melhor combinação de qualidade, preço e suporte pós-venda.

Projete o sistema fotovoltaico: trabalhe com o fornecedor escolhido para projetar a usina fotovoltaica de acordo com as necessidades específicas da transportadora. Isso inclui determinar a quantidade de painéis solares, inversores, baterias (se necessárias) e outros componentes necessários para o sistema.

Obtenha as licenças e aprovações necessárias: verifique as regulamentações locais, estaduais e nacionais para a instalação de usinas fotovoltaicas e assegure-se de cumprir todos os requisitos legais. Desse modo, isso pode envolver a obtenção de licenças de construção, autorizações ambientais e conexão à rede elétrica.

Financie o projeto: determine as opções de financiamento disponíveis para o projeto. Assim, pode-se buscar financiamento próprio da transportadora, empréstimos bancários, parcerias com investidores ou programas de incentivo governamentais para energia renovável.

Realize a instalação e a conexão à rede:

Após a obtenção das aprovações e do financiamento, inicie a instalação da usina fotovoltaica de acordo com o projeto definido. Isso envolve a montagem dos painéis solares, a instalação dos inversores e outros componentes elétricos. Em seguida, é necessário realizar a conexão à rede elétrica, seguindo as diretrizes e padrões estabelecidos.

Monitore e mantenha o sistema: uma vez que a usina esteja operacional, é importante monitorar regularmente o desempenho do sistema fotovoltaico. Verifique a produção de energia, monitore os componentes e realize a manutenção preventiva conforme recomendado pelo fornecedor. Isso ajudará a garantir a eficiência e a longevidade do sistema.

Lembre-se de que cada projeto pode ter requisitos específicos, portanto, é recomendável procurar a orientação de especialistas em energia solar e consultores técnicos para obter um planejamento e execução adequados.

Em suma, há 10 anos, não havia muitos fornecedores, componentes nacionais e especialistas no mercado para atender este segmento, o que elevava o custo. Atualmente, muitos fornecedores e especialistas já nacionalizaram muitos dos componentes que eram importados e, consequentemente, caros, incluindo as placas solares.

Apoie o jornalismo do Frota News

O Frota News tem como foco as quatro principais necessidades de informações e análises dos frotistas atuais. O setor, atualmente, tem maior compromisso com segurança, educação, inclusão social e meio ambiente no transporte. 

Se identifica com esses quatro valores, fundamentais para a construção das práticas de ESG, que sintetiza as três principais áreas de preocupação ambiental, social e governança. 

O princípio ético do nosso jornalismo está pautado nesses valores. Todas as reportagens passam por uma avaliação e curadoria para o crescente conhecimento sobre esses temas. 

Associei sua marca a esta causa e apoie o Frota News com anúncio ou patrocínio de seções e coberturas jornalísticas. Saiba mais na página Sobre nós!

Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui