sábado, maio 25, 2024

NESTLÉ E MOVIDA INCENTIVAM USO DE ETANOL EM SUAS FROTAS DE VEÍCULOS FLEX

O etanol brasileiro emite até 90% menos dióxido de carbono (CO₂) do que a gasolina, segundo a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica). Essa informação é crucial ao considerar o impacto ambiental causado pelos combustíveis utilizados em nossos veículos.

Portanto, a definição do etanol como combustível das frotas com veículos flex é mais uma atitude para boas práticas de ESG na gestão de transporte pelas empresas. A Nestlé foi uma das empresas que determinou que 100% dos cerca de 1.700 automóveis da frota de uso por vendedores e gestores da empresa sejam abastecidos somente com o combustível brasileiro e renovável. Agora, outra empresa a colocar essa ideia em prática, é a locadora de veículos Movida, do Grupo Simpar/JSL.

Crescimento do uso do etanol

A Movida está incentivando os consumidores a adotarem o etanol, uma alternativa mais sustentável em comparação com a gasolina. Atualmente, o etanol é utilizado em 87% dos abastecimentos internos da companhia. Essa iniciativa da Movida é um reflexo do aumento da conscientização da sociedade em relação às questões ambientais e à necessidade de buscar soluções que reduzam as emissões de gases de efeito estufa.

No segmento Rent-a-Car (RAC), sendo a modalidade tradicional de locação por diária, cerca de 47,89% das distâncias percorridas em 2022 utilizaram o etanol como combustível. Podemos ampliar ainda mais essa contribuição significativa no curto, médio e longo prazo. As fontes desta informação são a Unica e da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Observa-se que houve um aumento significativo no uso do etanol pela Movida em comparação com o ano anterior. Em 2022, a empresa registrou um crescimento de mais de 250 mil quilômetros percorridos com etanol.

Leia também: OS BENEFÍCIOS E COMO TER UMA USINA DE ENERGIA SOLAR NA TRANSPORTADORA

Etanol brasileiro é mais eficiente do que o importado

No RAC, onde houve um aumento na quilometragem rodada, o uso do biocombustível aumentou em três pontos percentuais, passando de 43% em 2021 para 46% em 2022. Essa mudança tem um impacto considerável nos inventários, evitando a emissão de mais de 38.041,46 toneladas de CO2e.

A Movida reconhece a importância de incentivar o uso do etanol como uma medida eficaz para reduzir as emissões de gases de efeito estufa. A empresa ressalta que o etanol brasileiro não apenas emite menos CO₂ em comparação com a gasolina, mas também é mais eficiente do que o etanol importado, extraído do milho. Além disso, o etanol é uma alternativa viável para aqueles que ainda não têm acesso aos carros elétricos, que também são uma solução de mobilidade sustentável oferecida pela Movida.

A adoção do combustível brasileiro traz diversos benefícios para o meio ambiente e para a sociedade em geral. Um dos principais impactos positivos é a mitigação das emissões de CO₂. Conforme a Unica, nos últimos 17 anos, o uso do etanol evitou a emissão de aproximadamente 600 milhões de toneladas de CO₂ no Brasil. Podemos ampliar ainda mais essa contribuição significativa no curto, médio e longo prazo.

Economia circular

O cultivo da cana-de-açúcar compensa o CO₂ gerado pela queima do etanol, tornando-o biogênico. A própria cana-de-açúcar sequestra esse componente da atmosfera por meio da fotossíntese, um processo pelo qual as plantas produzem energia para seu desenvolvimento. Essa característica torna o etanol uma opção ainda mais favorável do ponto de vista ambiental.

Além dos benefícios ambientais, abastecer com biocombustível da cana-de-açúcar também é benéfico social e econômicos. O setor sucroenergético emprega mais de 2,3 milhões de trabalhadores relacionados à cadeia produtiva da cana-de-açúcar. Portanto, a adoção do etanol brasileiro contribui para a geração de empregos e o desenvolvimento socioeconômico do país.

Etanol

Em resumo, o biocombustível brasileiro se destaca como uma alternativa sustentável à gasolina, com um impacto ambiental significativamente menor. A Movida, comprometida com a sustentabilidade, incentiva o uso do etanol em suas operações e visa conscientizar seus clientes sobre os benefícios dessa escolha. O aumento no uso do biocombustível pela empresa reflete o engajamento crescente da sociedade em relação à sustentabilidade e à transição para uma economia de baixo carbono.

- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui