domingo, maio 19, 2024

DHL anuncia política de transporte verde para a frota, incluindo o Brasil

A DHL Supply Chain está dando um passo significativo em direção à sustentabilidade ambiental com o lançamento de sua Política Global de Transporte Verde. O anúncio, feito pelo CEO da DHL Supply Chain, Oscar de Bok, destaca a transição de aproximadamente 2 mil veículos para opções mais ecológicas, como hidrogênio, biogás, eletricidade e óleo vegetal tratado com hidrogênio.

A medida, que faz parte do Plano Geral de Sustentabilidade do Grupo, reflete o comprometimento da DHL Supply Chain em reduzir sua pegada de carbono e contribuir para um futuro mais sustentável.

Os serviços de transporte desempenham um papel crucial nas emissões de carbono da empresa, e a nova política visa oferecer orientações claras sobre as alternativas mais ecológicas, considerando fatores como disponibilidade, infraestrutura e custos por mercado de cada país.

Leia também:

DHL e Tesco se unem para produção de biometano para seus caminhões

A empresa planeja investir até EUR 200 milhões (equivalente a R$ 1,06 bilhão) nos próximos três anos para acelerar a adoção de alternativas aos combustíveis fósseis. Essa iniciativa visa não apenas estabelecer um novo padrão na indústria, mas também contribuir para a redução de quase 300 mil toneladas de emissões de CO₂. Essa redução é equivalente a compensar as emissões de CO₂ produzidas por 2.200 caminhões que percorrem 500 quilômetros por dia ao longo de um ano.

O CEO Oscar de Bok destaca a ambição da empresa de ter 30% de unidades e combustíveis sustentáveis em sua frota própria até o final de 2026. Os investimentos iniciais abrangem 17 países, incluindo o Brasil, responsável por uma parte significativa das emissões da frota própria da DHL Supply Chain.

Leia mais:

AMBEV E DHL TESTAM FURGÃO 100% ELÉTRICO FORD E-TRANSIT ANTES DO LANÇAMENTO

“Juntos, esses países são responsáveis por 94% das emissões da nossa frota própria no setor de transportes. Nosso objetivo ambicioso é aproveitar o potencial das alternativas de combustíveis verdes através da nossa pioneira Política de Transportes Verdes. Ao fazer isso, não estamos apenas estabelecendo um novo padrão na indústria. Ademais, também reforçando nosso compromisso inabalável com as gerações futuras,” enfatiza Oscar de Bok.

Além disso, a DHL Supply Chain convida ativamente seus clientes a se juntarem a eles. Isso, a fim de participar nessa jornada transformadora, oferecendo uma ferramenta poderosa para tornar suas cadeias de suprimentos mais verdes. Na América Latina, a empresa já anunciou um investimento de EUR 500 milhões (equivalente a R$ 2,680 bilhões). Isso para um plano de cinco anos, incluindo projetos de descarbonização da frota regional. Por certo, com mais de 160 veículos operando com alternativas ecológicas, sendo 85 deles no Brasil.

Nos siga no LinkedIn!

Saiba mais:

Noma do Brasil recebe Certificado de Energia Renovável 2023 Eco Ludfor

- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui