domingo, maio 19, 2024

Caminhões pesados 100% elétricos da Volvo começam a operar no Brasil, em regime experimental

O Ministério dos Transportes, em uma cerimônia realizada em Brasília na terça-feira, concedeu autorização oficial para o início das operações de caminhões pesados 100% elétricos da Volvo. Este regime experimental, fruto de um estudo colaborativo entre instituições governamentais, acadêmicas e empresas privadas, visa explorar o potencial dos veículos elétricos pesados em operações urbanas e intermunicipais.

Os caminhões elétricos da Volvo, projetados para operar principalmente em zonas urbanas, regiões metropolitanas e no transporte intermunicipal de curtas e médias distâncias, serão submetidos a testes rigorosos. O objetivo é avaliar seu desempenho, impacto no pavimento e comportamento em diferentes tipos de operações. Wilson Lirmann, presidente da Volvo na América Latina, destacou a iniciativa como um avanço significativo para a oferta de veículos elétricos pesados no Brasil.

Participação de autoridades e empresas

A solenidade contou com a presença de diversas autoridades e representantes do setor, incluindo Adrualdo Catão, secretário nacional de trânsito; Vinícius Reiter Pilz, presidente da ReiterLog; e Paulo Carvalho, presidente da Ritmo Logística. As transportadoras ReiterLog e Ritmo Logística foram anunciadas como as primeiras empresas a operar regularmente com os caminhões pesados elétricos da Volvo no Brasil, sinalizando uma nova era para o setor de transporte de cargas no país.

Assim como ocorre na União Europeia, o Brasil também terá estudo para uma legislação específica para caminhões elétricos. Os resultados preliminares do estudo sobre o peso por eixo dos caminhões elétricos pesados já revelam benefícios significativos.

Realizado pela Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran) em parceria com o Instituto Nacional de Projetos para Trânsito e Segurança (Inprotran), a Volvo, a fabricante de pneus Prometeon, a Universidade de Brasília (UNB) e o Laboratório de Pavimentação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (LAPAV/UFRGS), o estudo destaca a alta eficiência energética.

Para saber mais:

Green Fuel: a tecnologia brasileira com hidrogênio para veículos comerciais

Além disso, a ausência de ruído, o baixo nível de vibração e o conforto proporcionado aos motoristas dos caminhões elétricos. Portanto, confirma o potencial dos veículos de zero emissões de CO₂ em atender aos padrões de segurança e de pavimento das estradas brasileiras.

A Volvo tem como meta a redução de 50% nas emissões de CO₂ de seus caminhões até o fim desta década. E visa alcançar zero emissões até 2040. A introdução de caminhões elétricos no Brasil, seguindo a tendência europeia iniciada em 2019, é um passo estratégico da empresa para expandir globalmente sua frota sustentável, consolidando sua liderança na transição para um transporte mais limpo e sustentável.

Além dos caminhões elétricos, a empresa trabalha com alternativas como o uso de gás verde e, futuramente, com hidrogênio, entre outros combustíveis mais limpos.

Mais sobre energia renovável

Grupo Volvo aposta no hidrogênio para alcançar emissões líquidas zero

Nos siga no LinkedIn!

- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui