quarta-feira, maio 22, 2024

Aumento de 17% no volume de fretes rodoviários no último trimestre de 2023

O mercado de fretes rodoviários no Brasil registrou um expressivo crescimento no último trimestre de 2023. Segundo dados coletados pela Frete.com, plataforma on-line de transporte de cargas, houve um aumento de 17% em comparação ao mesmo período de 2022. Esse crescimento é evidenciado pelo número de fretes publicados na plataforma, que saltou de cerca de 2,4 milhões entre outubro e dezembro de 2022 para mais de 2,8 milhões no mesmo período de 2023.

O setor do agronegócio foi o grande propulsor dessa expansão de fretes rodoviários, com um aumento de 21,4% no volume de fretes, representando 34% do total de operações na plataforma. Produtos como soja, milho e fertilizantes se destacaram, com a soja apresentando um crescimento de mais de 132%, o milho com 21,7%, e os fretes de fertilizantes crescendo 22,2%.

Esse aumento acompanha as estimativas recordes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra de grãos em 2023, que previu um crescimento de cerca de 18% em comparação ao ano anterior, impulsionado por condições climáticas favoráveis e mais investimentos por parte dos produtores.

Federico Vega, CEO da Frete.com, ressaltou a importância da tecnologia no setor de transporte de cargas. Sobretudo, destacando os investimentos em segurança realizados pela plataforma para proteger empresas e motoristas contra fraudes. Ele também enfatizou a eficiência proporcionada pela plataforma no escoamento das produções recordes do agronegócio.

Leia também:

Fabet-SP abre inscrições para 1ª edição do curso Gestão em Segurança de Transporte de 2024

Além do agronegócio, os setores de produtos industrializados e da construção civil também mostraram crescimento. Isso, com os fretes de produtos industrializados aumentando 3,7%. Além disso, os da construção civil em impressionantes 55,9%, evidenciando a diversidade do transporte de cargas no país.

A análise regional revelou que o Centro-Oeste liderou o crescimento com 35,5%. Ademais, seguido pelo Sudeste, Nordeste, Sul e outros estados. Vale destacar o papel fundamental do Mato Grosso e Minas Gerais no aumento do volume de fretes devido às safras recordes. Além disso, há o transporte de cimento e fertilizantes.

A Frete.com, com mais de 900 mil caminhoneiros cadastrados e 18 mil empresas assinantes, cobrindo 99% do território nacional.

Nos siga no Linkedin!

- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui