domingo, maio 19, 2024

ZM Lança linha inovadora de barras de direção para veículos pesados

A ZM, indústria localizada em Brusque (SC) com mais de quatro décadas de experiência em peças para sistemas elétricos, suspensão e direção, anuncia uma novidade para o mercado automotivo: o lançamento de sua nova linha de barras de direção para veículos pesados. Estes novos produtos chegam ao mercado seguindo as especificações das principais montadoras de veículos ao redor do mundo.

A nova linha apresentada pela ZM inclui seis novos códigos de barras de direção, que abrangem quase 100 aplicações distintas, direcionadas especialmente para veículos das marcas Mercedes-Benz, Ford e Volkswagen.

Diferenciais das barras de direção ZM

O diferencial destas barras de direção está em diferentes aspectos, começando pela escolha de materiais e processos de fabricação a fim de garantir maior resistência. A ZM optou por fabricar suas próprias porcas e parafusos, garantindo assim que cada componente atenda às classes de resistência mais exigentes. Segundo a empresa, esse cuidado com cada detalhe traduz-se em durabilidade e desempenho superior, mesmo sob as condições mais adversas.

Além disso, as barras de direção passam por um tratamento completo, incluindo pintura eletrostática. Esse processo não apenas melhora a aparência das peças, mas também proporciona uma proteção extra contra a oxidação, aumentando a resistência ao desgaste e prolongando a vida útil do produto.

A robustez também é garantida pelo uso de tubos de aço sem costura na construção das barras de direção. Esses tubos, que seguem normas técnicas rigorosas, oferecem maior durabilidade e resistência em comparação com outros materiais.

Outro ponto forte das barras de direção ZM é a coifa de neoprene com perfil sanfonado, que oferece uma vedação superior, resistindo a variações térmicas e a produtos químicos, além de não ressecar com o tempo.

Leia também:

Gestão em segurança no transporte rodoviário x aéreo

A precisão das dobras nas barras é assegurada pelo uso de tecnologia. Isso, graças ao uso de um scanner 3D que monitora e inspeciona cada componente durante o processo de curvatura. Essa abordagem garante a precisão e a aplicabilidade do produto.

Por fim, o processo de crimpagem à quente melhora significativamente a qualidade da crimpagem, aquecendo o tubo por indução. Dessa forma, conferindo maior resistência à tração e evitando o surgimento de trincas.

- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui