segunda-feira, maio 20, 2024

Volvo entrega caminhão elétrico de 68 toneladas para DB Schenker

A Volvo Trucks entregou um caminhão elétrico HCT pesado para a DB Schenker, que opera no tráfego principal entre Vantaa e Lempäälä. O peso total da combinação é de 68 toneladas.

Cada vez mais empresas de transportes começam a investir em soluções de transporte eletrônico para serviços pesados. Um deles é DB Schenker, com quem a Volvo coopera há muito tempo. Agora a cooperação aprofunda-se ainda mais e a DB Schenker lança um caminhão pesado Volvo FH Electric totalmente elétrico.

No Brasil, a DB Schenker também já começa a adotar caminhões elétricos, por enquanto, urbanos. Leia sobre abaixo:

A DB SCHENKER AMPLIA ADOÇÃO DE ELÉTRICOS E INCLUI BRASIL NO PLANO

A DB Schenker está testando uma combinação HCT que consiste em um cavalo mecânico Volvo FH Electric totalmente elétrico e dois semirreboques em uma operação de grupagem entre terminais de Vantaa e Lempäälä.

Além da linha principal operar à tarde e à noite, a combinação é utilizada para transportes de coleta e entrega de mercadorias por peça entre Lempäälä e Hämeenlinna, que funcionam pela manhã. O comprimento da combinação é de 33 metros.

A combinação, que funciona em três turnos, é carregada entre os turnos com dispositivos de carregamento de energia incorporados nos terminais da DB Schenker.

“Queremos mostrar que as soluções totalmente elétricas funcionam bem mesmo em tarefas com grandes pesos totais e uma elevada taxa de utilização. Juntamente com a DB Schenker e outros parceiros, estamos reunindo experiências com caminhões elétricos na utilização de HCT”, afirma Veli Pusa, diretor de Vendas da Volvo Finlândia.

1ª edição do curso
1ª edição do curso Gestão em Segurança no Transporte

Um criador de tendências em soluções logísticas ecológicas

“A DB Schenker quer agir como um criador de tendências em soluções logísticas amigas do ambiente. Estamos empenhados não só em oferecer aos nossos clientes opções de transporte sustentáveis ​​e inovadoras, mas também em desenvolver toda a indústria rumo a um futuro mais responsável. A nossa combinação HCT totalmente elétrica é uma solução, investimento no futuro e um passo importante na transição para veículos com emissões zero”, afirma Harald Knaapinen, gestor responsável pelo transporte terrestre da DB Schenker Finlândia.

“Há muita pressão na nossa indústria para mudar para soluções de transporte com emissões zero. Acreditamos que a eletrificação é um fator-chave para um transporte rodoviário livre de emissões. Estamos orgulhosos de poder oferecer hoje uma coleção de caminhões totalmente elétricos, que oferece opções para diversas tarefas de transporte. A mudança para a eletricidade, por exemplo, no tráfego entre terminais no sul da Finlândia, com um desempenho anual de 120.000 quilômetros, melhorará a rentabilidade dos nossos clientes”, afirma Veli Pusa.

Desde que a Volvo Trucks iniciou a produção de caminhões totalmente elétricos em 2019, a empresa vendeu, incluindo cartas de intenções, aproximadamente 6.000 caminhões elétricos em 42 países em todo o mundo. A Volvo Trucks estabeleceu uma meta global de que metade dos caminhões vendidos sejam elétricos até 2030.

Leia também:

VOLVO FM ELECTRIC RODA 405 KM EM TESTE ENTRE FÁBRICA DA CITROSUCO E PORTO DE SANTOS

No Brasil, a Volvo apresentou o FM Electric para um lançamento em breve. No momento, o modelo está sendo testado por transportadores e embarcadores brasileiros.

Nos siga no LinkedIn!

Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui