segunda-feira, maio 20, 2024

Viação Gato Preto testa tecnologia que usa hidrogênio para reduzir consumo e emissões

O transporte público é um dos principais desafios para as grandes cidades, especialmente no que diz respeito à sustentabilidade e à qualidade do serviço. Pensando nisso, a  Viação Gato Preto, em parceria com a SPTrans, a Mercedes-Benz do Brasil e a Green Fuel, realizou um experimento inovador: testar o uso de um dispositivo que injeta hidrogênio nos motores a diesel.

O teste envolveu 10 ônibus urbanos, visando reduzir o consumo de  combustível e as emissões de poluentes. O transporte público é um dos principais desafios para as grandes cidades, especialmente no que diz respeito à sustentabilidade e à qualidade do serviço.

O dispositivo GF 420, desenvolvido pela Green Fuel, é um gerador de hidrogênio que utiliza água e energia elétrica para produzir o gás, que é misturado ao ar na admissão do motor. Segundo a empresa, o hidrogênio melhora a queima do diesel, aumentando, em cargas parciais a potência, o torque e a eficiência do motor, além de diminuir a emissão de gases nocivos ao meio ambiente.

Viação Gato Preto
Dispositivo GF 420, desenvolvido pela Green Fuel

Para avaliar os benefícios da tecnologia, a Viação Gato Negro selecionou cinco ônibus chassi Mercedes-Benz O-500 U LE 1826, equipados com motores Euro 5, para receberam o dispositivo da Green Fuel. Ademais, outros cinco ônibus idênticos foram usados como controle, sem o dispositivo.

Os dez ônibus operaram normalmente na linha 856R-10 (Lapa x Socorro, extensão de 52 km, ida e volta). Os testes foram durante 90 dias, entre setembro e dezembro de 2023.

Os resultados

O experimento foi acompanhado pela SPTrans, que fiscalizou os ônibus e os abastecimentos, e pela Mercedes-Benz do Brasil. Além disso, a Netz Engenharia Automotiva foi responsável por monitorar os parâmetros de funcionamento dos motores e realizar as medições de consumo.

Os resultados foram positivos: os cinco ônibus com o dispositivo da Green Fuel apresentaram uma redução média de 4,05% no consumo de diesel em relação aos cinco ônibus sem o dispositivo. Isso significa uma economia de cerca de 80 litros de diesel por mês por ônibus. Portanto, uma redução de aproximadamente R$ 420,00 nos custos operacionais mensais por veículo.

Além disso, cada ônibus com o dispositivo da Green Fuel, que percorreram 10.000 km, durante os testes, deixaram de emitir 595 kg de CO2.

O experimento demonstrou que o uso do dispositivo da Green Fuel é uma alternativa viável. Além disso, eficaz para melhorar o desempenho dos motores a diesel e reduzir o impacto ambiental do transporte público.

Saiba mais

Green Fuel: a tecnologia brasileira com hidrogênio para veículos comerciais

Nos siga no LinkedIn!

Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui