segunda-feira, junho 24, 2024

Os marcos históricos da Scania até chegar aos 500 mil caminhões no Brasil

Presente no Brasil desde 1957, a Scania celebra um marco histórico com a fabricação de seu caminhão de número 500 mil. Aliás, a trajetória da montadora sueca começou no bairro do Ipiranga, em São Paulo. Cinco anos depois, em 1962, mudou-se para São Bernardo do Campo (SP). Onde atualmente conta com uma unidade de produção capaz de fabricar 30 mil veículos por ano e emprega cerca de seis mil colaboradores.

“Dobramos o nosso tamanho nos últimos 20 anos, seguindo em uma jornada de investimento contínuo. Uma clara demonstração da importância do mercado brasileiro para a Scania”, afirmou Christopher Podgorski, presidente e CEO da Operação Industrial da Scania para América Latina. Segundo Podgorski, a marca de 500 mil caminhões reflete a dedicação de muitas pessoas, bem como, o compromisso da empresa com a qualidade e responsabilidade.

500 mil
Momento histórico para a Scania Brasil

Leia também:

Scania abre encomendas de caminhões autônomos para o segmento de mineração

Hub industrial e inovação contínua

O Brasil abriga a primeira planta da Scania fora da Europa, tornando-se um hub industrial de exportação. Produtos fabricados em São Bernardo do Campo já chegaram a 52 países via Porto de Santos (SP). Assim, com uma área construída de 214 mil metros quadrados, a planta realiza processos de solda, pintura, montagem de cabinas, usinagem e montagem de motores, eixos, caixas de câmbio, caminhões e chassis de ônibus.

Em 2018, a Scania introduziu a Nova Geração de Caminhões, alinhada com o sistema global de produção da empresa, o que permitiu exportar para 30 mercados, incluindo México, Chile, Argentina e África do Sul. Nos últimos anos, a empresa investiu em tecnologias de descarbonização, assim como gás natural veicular e biometano, e renovou sua fábrica de trem de força em 2023.

500 mil
Momentos históricos da Scania Brasil

Sustentabilidade e compromisso ambiental

A Scania anunciou um ciclo de investimentos em 2021, concluído em 2024, que incluiu iniciativas de sustentabilidade para o uso eficiente de recursos naturais. A empresa é signatária do Science Based Targets, com metas de reduzir emissões de gases de efeito estufa. “Chegamos a uma redução de 42% nas emissões de nossa própria operação globalmente”, destacou Podgorski.

Caminhão histórico e celebração

Para comemorar o marco, a Scania lançou uma promoção pelo Scania Consórcio, onde um cliente será premiado com o caminhão 500 mil, um modelo 460 R Super 6×2, em sorteio no dia 2 de julho de 2024, quando a empresa celebrará 67 anos no Brasil. O caminhão possui pintura exclusiva, pacote de itens de conforto, tecnologias avançadas e serviços de conectividade por três anos.

História e crescimento

Albano Figueiredo, colaborador com 51 anos de casa, lembra das fases da montadora e dos primeiros caminhões, apelidados de “Jacaré”. A marca dos 100 mil caminhões foi alcançada em 39 anos, 200 mil em mais 11 anos, 300 mil em seis anos, e 400 mil em 2019. Agora, em cinco anos, a Scania atinge os 500 mil.

E, nos quatro primeiros meses de 2024, a Scania assume a liderança do mercado de caminhões pesados com forte retomada de crescimento, com 5.866 unidades emplacadas, 78,5% acima do mesmo período de 2023, conforme dados de emplacamentos divulgados pela Anfavea (associação dos fabricantes). Lembrando que, no início de 2023, os compradores preferiam caminhões Euro 5 estocados, pois a legislação P8 entrou em vigor, tornando os caminhões Euro 6 mais caros devido às novas tecnologias necessárias para atender às normas ambientais. E, a Scania era o único fabricante que não trabalhava com estoques, pois o sistema de produção é alimentado a partir de encomendas dos clientes.

No primeiro quadrimestre de 2024, a Scania liderou o mercado de caminhões pesados, com destaque para os modelos R 450, R 540 Plus, R 460 e 560 R Super, acrescenta Alex Nucci, diretor de Vendas de Soluções da Scania Operações Comerciais Brasil.

Futuro e relacionamento com clientes

O Scania Consórcio promove eventos e missões para clientes, incluindo uma viagem para mulheres empresárias do transporte e visitas a fábricas na Europa. “Queremos que nossos clientes entendam como a Scania vê o futuro do transporte e como estamos criando esse futuro”, concluiu Rodrigo Clemente, diretor do Scania Consórcio.

Nos siga no LinkedIn!

Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui