domingo, maio 19, 2024

O primeiro carro elétrico brasileiro será lançado no final deste ano

Quem imaginaria que um garoto nascido em Guaçuí, no interior do Espírito Santo, se tornaria uma figura chave na revolução da indústria automotiva brasileira? Flávio Figueiredo Assis, formado em Direito e Contabilidade, decidiu trilhar um caminho diferente ao vender sua empresa do setor financeiro para embarcar no desafio de criar a primeira montadora de carros elétricos no Brasil, a Lecar. E o primeiro carro elétrico brasileiro está previsto para ser lançado em dezembro deste ano.

Sua trajetória lembra a do bilionário norte-americano Elon Musk, que também vendeu uma empresa para investir na Tesla. Flávio, no entanto, busca não apenas inovar na mobilidade elétrica, mas também mudar a imagem do Brasil no cenário global.

A Lecar, fundada em 2022, tem sua sede em Alphaville, São Paulo, e uma planta industrial em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul. O projeto começou a ganhar forma quando Flávio deparou-se com a Lei 8.723, que estabelece a redução de emissões de CO₂ de veículos, inspirando-o a criar uma montadora de carros elétricos totalmente brasileira.

elétrico brasileiro
Interior com design mostra o nível de sofisticação

Leia também:

BorgWarner IMPULSIONA PRODUÇÃO DE SISTEMAS DE BATERIAS EM PIRACICABA

Eletrificação no mundo

A transição energética tem permitido aparecer dezenas de novos fabricantes de veículos elétricos em todo o mundo. Na China, 100 novos fabricantes surgiram nos últimos anos. No Brasil, no segmento de ônibus, já há mais fabricantes de ônibus elétricos do que, até então, existiam de ônibus a diesel.

A equipe de engenharia automobilística da Lecar, composta por profissionais com experiência em empresas renomadas do setor, como Gurgel, Troller, JPX, Ford, Toyota, Nissan e Marcopolo, está focada em desenvolver o primeiro modelo da empresa, o Lecar Model 459.

A escolha de Caxias do Sul como local para a fábrica foi estratégica, considerando a presença de vários fornecedores do ecossistema de mobilidade na região. O empresário revela ter desmontado um Tesla para entender profundamente a engenharia concorrente.

Com 35% das peças importadas da China, incluindo motores e baterias fornecidos pela Wiston, a Lecar planeja ser autossuficiente na produção de carros elétricos. Os contratos com fornecedores preveem transferência de tecnologia, abrindo caminho para a criação de uma fábrica de células de bateria e motores elétricos no Brasil.

O Lecar Model 459, cujo protótipo está em desenvolvimento, será submetido a uma série de homologações em Londres, na Inglaterra, antes de entrar em produção. A previsão é que o veículo esteja disponível no mercado a partir de dezembro de 2024, com um preço estimado de R$ 279 mil e autonomia de 400 km por carga.

Flávio destaca a importância de políticas de incentivo do governo para tornar os carros elétricos mais acessíveis no Brasil. A empresa planeja também lançar uma versão popular, o Lecar POP, com o custo estimado de R$ 100 mil e autonomia de 200 km por carga.

elétrico brasileiro
A carroceria segue o estilo sedã mais moderno

Infraestrutura para carregamento das baterias

Para os veículos elétricos popularizarem, certamente, é necessário que as concessionárias públicas de energia melhorem a infraestrutura. As populações e autoridades de São Paulo e do Rio de Janeiro estão em “guerra” com Enel devido aos recentes apagões e sérios prejuízos causados. Em Minas Gerais, sob responsabilidade da Cemig, os apagões também têm sido recorrentes.

Saiba mais:

Noma do Brasil recebe Certificado de Energia Renovável 2023 Eco Ludfor

Veículos por assinatura

A Lecar tem grandes planos, estimando a produção de 300 veículos por mês no primeiro ano. Além disso, a criação de 600 empregos diretos e R$ 1 bilhão de faturamento. Ademais, expansão inclui a criação de uma rede de recarregamento própria ao longo da BR 101 e a internacionalização para países como EUA, França, Itália e Mônaco até 2025.

Flávio Figueiredo Assis acredita, por certo, que a Lecar não é apenas uma montadora de carros elétricos. A empresa quer mudar a cultura de aquisição para locação, a fim de aumentar o acesso por meio de planos de assinaturas para seus veículos. Com um olhar otimista para o futuro, a Lecar planeja ser uma referência global na produção de veículos elétricos, impulsionando não apenas a mobilidade sustentável, mas também a imagem do Brasil no cenário automotivo mundial.

Nos siga no LinkedIn!

Filipi Goschrman
Filipi Goschrmanhttps://www.frotanews.com.br
Filipi Goschrman é um profissional com ampla experiência em inteligência de mercado, tendência, comportamento e negócios. Há 10 anos, se dedica a analisar e entender o mercado e os consumidores. Responsável pelo planejamento comercial do Frota News, atua também como diretor executivo do Guia de Turismo de São Paulo, Guide SP, uma plataforma de serviços e soluções para o turismo na cidade de São Paulo.
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui