quarta-feira, maio 22, 2024

Mercedes-Benz Cars & Vans investe em projetos da agenda ESG no BV

Se vai investir, sabia que há como focar o investimento em uma agenda de ESG ou ASG (sigla que significa compromisso com os temas Ambiental, Social e de Governança Responsável)? É como escolher entre comprar um produto produzido de forma sustentável ou de qualquer jeito. Pois há fundos de investimentos com compromissos com o ESG no BV, como é o caso do CDB Green. A Mercedes-Benz Cars & Vans Brasil anunciou a renovação de uma aplicação no valor de R$ 10 milhões com o banco BV. Por certo, será destinada a financiar projetos que contribuem com a agenda ESG no Brasil.

Inicialmente realizada em 2022, esta renovação é motivada pelos resultados positivos obtidos ao longo do período de investimento. A ação visa impulsionar projetos voltados para energia renovável e benefícios ambientais, fortalecendo o compromisso da empresa com a sustentabilidade.

Edgar Pina, Head de Tesouraria da Mercedes-Benz Cars & Vans Brasil, destaca o pioneirismo da marca no setor automotivo ao investir em CDB Green. Ressaltando assim,  o compromisso contínuo com a sustentabilidade em todas as áreas de atuação.

Leia também:

A 24ª Fenatran promete expandir horizontes do transporte rodoviário

“Fomos a primeira marca do setor automotivo a anunciar um investimento em CDB Green e, após dois anos, renovamos a aplicação. Isso porque seguimos investindo e acreditando em ações como essa, que reforçam a sustentabilidade presente em todos os nossos pontos de atuação”.

A operação realizada com o banco BV beneficia projetos e ativos relacionados à energia renovável, com foco específico em energia solar ou eólica. Além disso, os projetos devem atender aos critérios de elegibilidade dos Green Bond Principles, que visam financiar iniciativas com benefícios ambientais.

O banco BV, por sua vez, oferece orientação às empresas para alinhar seus projetos ou metas relacionadas à temática ESG à sua estrutura financeira. Seguindo os padrões dos principais standards do mercado. Com a meta de produzir e distribuir o valor de R$ 80 bilhões até 2030 em ativos ESG. O banco desempenha um papel fundamental no apoio a iniciativas sustentáveis.

Rogerio Monori, Diretor Executivo do Atacado do banco BV, destaca o compromisso da instituição em fornecer recursos para projetos e metas ambientais, sociais e climáticos.

“Nos últimos três anos foram destinados R$ 22 bilhões em empréstimos e operações
no mercado de capitais para apoiar iniciativas com foco em projetos e
metas ambientais, sociais e climáticos”.

Entre os usos desses recursos estão projetos de energia renovável, agronegócio de baixo carbono, saneamento, financiamento de veículos elétricos e instalação de painéis elétricos para clientes do varejo.

Sobre o banco BV

O banco BV, com sua origem na robusta Votorantim S/A, é um exemplo notável de crescimento e adaptação no setor financeiro brasileiro, com forte ligação com o setor automotivo desde o início. Desde a sua fundação em 1988, aliás, o banco tem se destacado por sua capacidade de inovar e expandir seus serviços, atendendo às necessidades de um mercado em constante evolução e se diferenciando dos bancos comerciais tradicionais.

A transição de uma distribuidora de títulos para um banco múltiplo de atacado e, posteriormente, o lançamento da BV Financeira, refletem a visão estratégica que tem sido a marca registrada da Votorantim S/A que, inclusive, se expande no setor de logística com a start up Motz.

Sob a liderança visionária de figuras como José Ermírio de Moraes e Antônio Ermírio de Moraes, o grupo diversificou suas operações, mantendo-se sempre à frente em setores-chave da economia. O compromisso com a inovação e a excelência continua a ser um pilar central para o banco BV, assegurando sua posição como um dos principais bancos privados do país.

Nos siga no LinkedIn!

Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui