sábado, maio 25, 2024

Impacto do calor intenso nos transportes de cargas frigorificadas

Os períodos de calor intenso, cada vez mais comuns, não apenas se faz sentir nas temperaturas recordes. Eles deixam marca nos preços de produtos, chamando a atenção de consumidores, indústrias e operadores logísticos. Este impacto, particularmente no transporte de cargas frigorificadas, como alimentos perecíveis e medicamentos, tem sido objeto de análise pela Opentech, empresa especialista em controle logístico de temperatura.

Segundo dados fornecidos da empresa, houve melhorias significativas no desempenho e resultados operacionais. Destaca-se uma redução de 50% nas devoluções de entrega, um aumento de 70% na taxa de sucesso na reversão de devoluções e uma diminuição substancial de 35% no tempo de espera na entrega.

Essas estatísticas indicam que o uso de tecnologias especializadas no rastreamento e controle de temperatura está fazendo a diferença, não apenas mitigando os efeitos do calor extremo, mas também otimizando as operações logísticas de ponta a ponta.

Leia também:

Troféu Migrante: filial de Concórdia da Noma do Brasil é destaque em 2023

Rodrigo Oliveira, CEO da Opentech, ressalta a complexidade das operações frigorificadas e a necessidade de parceiros especializados na gestão logística e no gerenciamento de riscos. Cada tipo de produto, seja carne, laticínios, sorvetes ou legumes, possui requisitos específicos de transporte em termos de temperatura e condições, alinhados com as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“A garantia da qualidade e integridade do produto estão diretamente ligadas à eficácia da gestão logística nesse segmento desafiador. É essencial ter uma visão clara e rastreável do transporte desde o início até o destino”, destaca Oliveira.

O rastreamento de cargas frigorificadas durante todo o percurso, por certo, permite ações preventivas para evitar perdas e devoluções. A manutenção dos veículos pode ser tratada proativamente, e informações em tempo real sobre a temperatura da carga fornecem uma visão completa da situação durante o transporte.

Saiba mais:

Fabet-SP abre inscrições para 1ª edição do curso Gestão em Segurança de Transporte de 2024

“Estamos lidando com um dos temas mais desafiadores para a logística quando se trata do transporte de frigorificados. A garantia da qualidade e integridade do produto está diretamente ligada a fim de garantir a eficácia da gestão logística”, enfatiza o executivo.

Rodrigo Oliveira destaca, ademais, a importância do controle rigoroso e do histórico de temperatura. Parâmetros de tolerância definidos e monitoramento contínuo permitem, sobretudo, a identificação rápida de quaisquer anomalias. Isso inclui desligamento do aparelho e defeitos nos sensores de temperatura. Além disso, atrasos no controle de temperatura das cargas frigorificadas. Ações rápidas são tomadas pela equipe de monitoramento em caso de qualquer desvio de padrão.

Também, por fim, escolha transportadores que possuem equipamentos modernos de transportes, como o implemento rodoviário, como os da Noma do Brasil.

- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui