domingo, maio 19, 2024

GWM Brasil começa logística de distribuição de peças com caminhões elétricos

A GWM Brasil, focada na produção e vendas de veículos elétricos e híbridos, decidiu adotar uma abordagem coerente com seu negócio. Ela passou a utilizar caminhões elétricos para distribuir peças de reposição em sua rede de concessionárias. Inicialmente, a empresa concentra essa forma de entrega na região da Grande São Paulo. No entanto, a GWM tem planos de expandir gradualmente esse serviço para outras capitais brasileiras. A responsabilidade pelo transporte fica a cargo da DSV, a operadora logística de peças oficial da GWM no Brasil.

Durante o mês de maio, as 15 concessionárias da nova Autotech começaram a receber o primeiro pacote de cerca de 40 itens. Ele é composto por peças de alto giro e ferramentas de diagnóstico. Essa medida garantirá aos primeiros clientes um atendimento imediato para revisões ou reparos rápidos.

Leia também: Ypê Abre Mais 15 Vagas Para Motoristas Mulheres Com CNH E E Sem Experiência. Saiba Como Se Inscrever

Esse kit inclui peças que utilizaremos tanto em serviços de manutenção preventiva, como filtros, velas e pastilhas de freio, quanto substituiremos componentes danificados em partes da carroceria devido a colisões frequentes no trânsito urbano, como faróis, lanternas, radiadores, para-choques e espelhos retrovisores externos.

Nas principais capitais do Brasil

Na segunda fase de distribuição de peças, as concessionárias receberão itens de reposição para complementar o kit inicial, que variará conforme o volume de vendas da concessionária e o número de pontos de distribuição em cada estado.

No entanto, desde abril, as concessionárias têm acesso a um estoque de 50 mil peças disponíveis no Brasil, atualmente armazenadas no Centro de Distribuição de Peças GWM Brasil, localizado em Cajamar, na Grande São Paulo. Isso significa que a montadora garantirá uma das maiores disponibilidades de componentes de reposição.

“A GWM terá 100% das peças de revisão e manutenção em estoque por três meses, para garantir o processamento do pedido no mesmo dia ou até às 12h do dia seguinte”, afirma Oswaldo Ramos, CCO da GWM Brasil.

Siga o Frota News também no LinkedIn!

Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui