domingo, maio 19, 2024

FIAT SCUDO: O FURGÃO INTERMEDIÁRIO PARA CARGAS

O Fiat Scudo é intermediário entre o Fiat Fiorino e Fiat Ducato, por isso, bastante versátil para na logística urbana, principalmente, por sua altura menor do que o irmão maior e sua capacidade de carga superior ao relação ao irmão menor. No Brasil, o furgão é oferecido em suas versões: com motor 1.5 turbodiesel de 120 cv e torque de 300 Nm, e a elétrica chamada de e-Scudo.

O modelo é baseado nos franceses Peugeot Jumpy e Citroën Expert, que fazem parte do grupo Stellantis, ao qual a Fiat também pertence.

A versão do Scudo avaliada foi a diesel customizada para o transporte de produtos refrigerados. O modelo se destaca pelo seu design moderno e funcional, que oferece conforto e praticidade para quem trabalha com transporte de cargas ou passageiros.

Compartimento de carga

O furgão tem 5,30 metros de comprimento, 1,92 m de largura e 1,93 m de altura, medidas que facilitam a entrada em estacionamentos com altura máxima de 2,10 metros. O compartimento de carga tem capacidade para 1,5 toneladas e 6,1 metros cúbicos de volume, além de contar com oito ganchos de amarração e proteções laterais.

Em avaliação pelo Frota News, a versão transformada do Fiat Scudo em veículo refrigerado não teve dificuldade para entrar no segundo subsolo de um estacionamento em São Paulo, mesmo com o equipamento de refrigeração sobre o teto.

O Fiat Scudo é construído sob a plataforma EMP2. O modelo mostrou seguro como bom automóvel, muito eficiente no trânsito pesado de São Paulo, tornando o prático para as entregas urbanas para até 6,1 m³ de carga. A dirigibilidade também lembra de um automóvel.

Fiat Scudo

Equipamentos

Por enquanto só a opção de câmbio de 6 velocidades. A capacidade do tanque é de 69 litros e o modelo tem autonomia média de 800 km. Conforme a legislação vigente, conta com tanquinho para o reagente Arla 32 para tratar os gases de exaustão e reduzir a emissão de poluentes.

O Scudo também se sobressai pela sua tecnologia e segurança, que incluem itens como ar-condicionado, direção eletro-hidráulica e piloto automático com limitador de velocidade. Para o entretenimento, há rádio com AM/FM, USB e Bluetooth, faróis de neblina dianteiros, ESP – controle de estabilidade, assistente de subida em rampa (Hill Holder), airbags para motorista e passageiro, luz diurna de segurança (DRL), indicador de fadiga “Coffee Cup Alert”, sistema Stop & Start e indicador de abastecimento de uréia (AdBlue).

Fiat Scudo

Ficha técnica

  •  Motor: 1.5 turbodiesel de 4 cilindros em linha, 16 válvulas, injeção direta, turbocompressor e sistema de conversão catalítica com AdBlue²³
  •  Potência: 120 cv a 3.750 rpm
  •  Torque: 30,6 kgfm a 1.750 rpm
  •  Câmbio: manual de 6 marchas
  •  Tração: dianteira
  •  Direção: eletro-hidráulica
  •  Suspensão: dianteira — tipo McPherson e traseira independente com braços inferiores triangulares, ambas com barra estabilizadora e molas helicoidais²
  •  Freios: a disco nas quatro rodas, com ABS e ESP
  •  Rodas: aro 19″ de aço com pneus 215/65 R16
  •  Dimensões: comprimento de 5,30 m, largura de 1,92 m, altura de 1,93 m e entre-eixos de 3,28 m
  •  Peso: 1.725 kg em ordem de marcha e capacidade de carga de 1.500 kg
  •  Tanque: 69 litros
  •  Compartimento de carga: volume de 6,1 m³. Comprimento de 2,86 m, largura de 1,64 m (ou 1,26 m entre as caixas de roda) e altura de 1,40 m²
  •  Portas de carga: largura do acesso traseiro de 1,28 m e altura de 1,22 m. Largura do acesso lateral de 0,94 m e altura de 1,24 m²
  •  Desempenho: velocidade máxima de 160 km/h e aceleração de 0 a 100 km/h em 12,5 s
  •  Consumo: cidade de 12,4 km/l e estrada de 11,9 km/l – segundo o INMETRO.
Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui