quarta-feira, julho 24, 2024
- Publicidade -

Estudantes de Campinas plantam árvores com apoio de empresas de ônibus

- Publicidade -

Em uma iniciativa voltada para a educação ambiental e a preservação do meio ambiente, alunos de escolas públicas de Campinas participaram de um projeto de reflorestamento promovido pelas empresas de ônibus rodoviários de São Paulo. A ação, que contou com o apoio de 60 viações intermunicipais do estado e da Viação Santa Cruz, teve como objetivo sensibilizar os jovens para a importância da conservação da biodiversidade e dos recursos hídricos.

Duas turmas de estudantes da Escola Estadual Padre José dos Santos e do Colégio Pomares passaram um dia no viveiro da ONG Jaguatibaia, localizado em Jaguariúna (SP). Durante a visita, os alunos da Educação Infantil, Fundamental I e Ensino Médio tiveram a oportunidade de aprender sobre o processo de cultivo de árvores, desde o preparo das sementes até o crescimento das mudas. A experiência culminou com o plantio simbólico de espécies nativas em uma área de reflorestamento.

Leia também:

CONHEÇA 30 FATOS QUE MARCAM OS 30 ANOS DA VOLKSBUS

A atividade faz parte da campanha Busão Legal, patrocinada pelas empresas de ônibus intermunicipais de São Paulo. O reflorestamento é realizado no viveiro onde são cultivadas cerca de 30 espécies de mudas que abastecem o projeto Passagem Verde. Este projeto, uma parceria entre a startup Neutraliza Carbon e a campanha Busão Legal, permite que os passageiros compensem as emissões de carbono de suas viagens através da aquisição de cotas verdes. Cada 20 cotas adquiridas resultam no plantio de uma muda, que pode ser monitorada pelo doador.

Antonio Laskos, diretor executivo do Sindicato de Empresas de Transporte de Passageiros do Estado de São Paulo (SETPESP), destaca a importância da colaboração entre passageiros e empresas em iniciativas como o Passagem Verde. “A participação ativa dos usuários e o financiamento do setor privado aceleram a compensação de carbono e promovem mais benefícios para a sociedade”, afirma Laskos.

Damáris Padilha, engenheira ambiental da Neutraliza Carbon, reforça a importância da educação ambiental. “Por meio da conscientização e do conhecimento, podemos capacitar indivíduos e comunidades a adotarem práticas mais sustentáveis, preservando nossos recursos naturais e garantindo um ambiente saudável para as próximas gerações. Esse é um investimento fundamental para o nosso planeta”, explica Padilha.

Saiba mais:

Viação Gato Preto testa tecnologia que usa hidrogênio para reduzir consumo e emissões

O projeto Passagem Verde permite que qualquer pessoa adquira uma cota por apenas R$ 2,20 por meio do portal dedicado. No site, o usuário pode comprar quantas cotas quiser e acompanhar o progresso de sua contribuição através de uma ilustração de uma árvore que vai ganhando folhas verdes conforme as cotas são adquiridas. Também é possível presentear amigos e familiares com as cotas. Os participantes podem visitar o local do plantio conduzido pela ONG Jaguatibaia, promovendo uma maior conexão com a causa ambiental.

Os Certificados de Compensação de Carbono, fornecidos aos participantes, garantem a transparência e a coerência do processo de compensação das emissões, completando a política do programa Passagem Verde.

Esta iniciativa não só promove a conscientização ambiental entre os jovens, mas também fortalece a ligação entre as comunidades e a natureza, mostrando que pequenas ações podem gerar grandes impactos para um futuro mais sustentável.

Nos siga no LinkedIn!

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui