sábado, maio 25, 2024

Desmascarando mitos: a verdade sobre os pneus, segundo a Pirelli

Por ocasião do “Dia da Mentira”, é crucial separar fatos de ficções, especialmente quando o assunto é a segurança automotiva. A Pirelli, fabricante de pneus, toma a frente nesta missão educativa, esclarecendo os equívocos mais comuns sobre pneus de carros e motocicletas. Roberto Falkenstein, especialista da Pirelli em tecnologias inovativas, desvenda as principais inverdades:

Gestão Estratégica de Transporte
Inscrições abertas e poucas vagas

Aderência e desgaste:

Muitos acreditam que “pneus carecas têm maior aderência”, uma ideia equivocada vinda do automobilismo. Na realidade, pneus desgastados reduzem drasticamente a aderência, principalmente em pisos molhados, aumentando os riscos de acidentes. Sulcos profundos são fundamentais para garantir tração e segurança.

Prazo de validade:

Ao contrário do que alguns pensam, os pneus não possuem um prazo de validade fixo. Sua durabilidade é influenciada por fatores como armazenamento, uso e manutenção adequada. Com cuidados corretos, a vida útil dos pneus pode ser estendida significativamente.

Consertos improvisados:

A prática de consertar pneus com métodos não recomendáveis, como o uso de “macarrão”, é perigosa e pode comprometer a segurança, levando a vazamentos inesperados ou até explosões.

Posicionamento dos pneus novos:

Contrariando a crença popular, é aconselhável instalar pneus novos no eixo traseiro do veículo. Essa orientação visa manter a estabilidade e o controle em situações adversas, como chuva ou aquaplanagem.

Manutenção e condução:

Subestimar a importância da manutenção regular dos pneus e, certamente, da suspensão é um erro comum. Verificações frequentes e cuidados como rodízio, balanceamento e alinhamento são essenciais para a segurança. Além disso, um estilo de direção agressivo pode acelerar o desgaste dos pneus, diminuindo sua vida útil.

Calibragem dos pneus:

A pressão dos pneus deve seguir as especificações do fabricante do veículo. Portanto, não as preferências pessoais do motorista. A calibragem adequada é crucial para a segurança, por certo, a eficiência dos pneus.

Resistência ao rolamento e frenagem:

Existe o mito de que pneus com baixa resistência ao rolamento apresentam desempenho inferior em frenagens. No entanto, a tecnologia aplicada para reduzir a resistência ao rolamento não compromete a capacidade de frenagem dos pneus.

Escolha de pneus:

A seleção de pneus deve ser baseada nas especificações do veículo e, sobretudo, nas condições de uso. Utilizar pneus inadequados pode afetar negativamente a segurança e, além disso, o desempenho do veículo.

Por meio da desmistificação desses e, ademais, outros equívocos, a Pirelli reforça seu compromisso com a educação dos consumidores. “Nosso objetivo é capacitar os motoristas para que possam fazer escolhas informadas e seguras, distinguindo mitos de fatos no universo dos pneus”, conclui Falkenstein. Este Dia da Mentira, por fim, que as únicas mentiras sejam aquelas contadas em tom de brincadeira, mantendo a segurança nas estradas como prioridade.

Leia também:

TRICICLO PIAGGIO APÉ CARGO É NOVA SOLUÇÃO PARA ENTREGAS URBANAS

- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui