domingo, maio 19, 2024

CORREIOS ADQUIREM BICICLETAS ELÉTRICAS PARA ENTREGAS EM 11 ESTADOS

Recentemente, os Correios concluíram a aquisição de 609 bicicletas híbridas, além de 762 bicicletas elétricas, que serão utilizadas para realizar entregas de cartas e encomendas em 11 estados do país.

Atualmente, cerca de 4.000 carteiros realizam entregas pedalando por todo o país. No entanto, a partir do próximo mês, muitos deles farão seu trabalho em bicicletas elétricas. A aquisição das 762 bicicletas elétricas modelo long tail (área de carga estendida) é parte de um projeto maior, que prevê a aquisição de um total de 2.500 bicicletas elétricas, representando um investimento de até R$ 32,4 milhões.

Estudos com Aliança Bike

Nos liga no LinkedIn!

Os Correios deram início a esse projeto antes mesmo da pandemia, em parceria com a Aliança Bike (Associação Brasileira do Setor de Bicicletas) e o Laboratório de Mobilidade Sustentável da Universidade Federal do Rio de Janeiro (LABMOB/UFRJ). Foram realizados estudos em Praia Grande (SP) com carteiros locais, a fim de testar modelos de bicicletas elétricas nas operações da empresa.

O estudo teve como objetivo testar diferentes modelos e avaliar a eficiência das bicicletas elétricas cargueiras nos serviços de entrega dos Correios, que possuem características específicas. A bicicleta elétrica modelo long tail mostrou-se altamente funcional e eficiente, superando as motocicletas em mais de 80% das áreas de entrega, de acordo com Daniel Guth, diretor executivo da Aliança Bike em artigo publicado no site da entidade.

Uma grande varejista de equipamentos já conta com uma bicicleta elétrica da marca própria para carga. Por enquanto, só na Europa, mas deve chegar ao Brasil

Leia também: Two Dogs lança kit para transformar bicicleta comum em elétrica

4 vantagens da e-bike

Além de reduzir o esforço dos carteiros durante o trabalho, a adoção das bicicletas elétricas pelos Correios oferece outras vantagens significativas. Vejamos algumas delas:

1. Agilidade:

As bicicletas elétricas dos Correios possuem uma velocidade média de 25 km/h. Essa potência combinada ao menor esforço físico exigido dos carteiros resulta em maior eficiência na chamada “última milha”, reduzindo o tempo entre as entregas. Isso significa que as encomendas chegarão mais rapidamente às mãos dos clientes, especialmente em percursos longos e terrenos íngremes.

2. Manobrabilidade:

As bicicletas elétricas são mais leves em comparação aos veículos convencionais, como carros e motocicletas, e são mais ágeis do que as bicicletas tradicionais. Carteiros que já utilizam as e-bikes destacam a facilidade de condução e a redução do esforço necessário em longas distâncias. Rosângela Lima, carteira há 22 anos e ciclista há mais de seis, percorre cerca de 12 quilômetros por dia durante suas entregas em Praia Grande, região metropolitana de Santos (SP).

3. Facilidade de estacionamento e manutenção:

Congestionamentos, locais de parada limitados e restrições são desafios enfrentados pela logística urbana atualmente. Nesse sentido, as bicicletas elétricas oferecem uma solução viável e eficiente. Além disso, as baterias das e-bikes podem ser recarregadas em tomadas convencionais, e a manutenção desses veículos é semelhante à das bicicletas comuns. Ademais, a maioria das oficinas especializadas em bicicletas já está preparada para reparar ou substituir peças desgastadas.

4. Menor impacto ambiental:

As bicicletas elétricas são uma opção de transporte que utiliza energia limpa, não emitindo dióxido de carbono (CO2) ou outros gases poluentes na atmosfera. Por fim, o carteiro pode percorrer de 30 a 50 km, dependendo do relevo, seu peso e a carga transportada, e ele pode recarregar as baterias em aproximadamente sete horas. Essa mudança contribui para que as entregas sejam realizadas de forma mais eficiente e responsável. Atualmente, os cerca de 4 mil carteiros ciclistas dos Correios percorrem, juntos, 67 mil quilômetros por dia.

Correios
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui