sábado, maio 25, 2024

Construção civil: Scania de 5 eixos e bomba de concreto de 60 metros

No cenário da indústria da construção civil, o Grupo Migliaccio é uma presença que se destaca desde 1970. A jornada do grupo italiano começou com apenas dois caminhões-bomba de 24 metros. Hoje, a empresa enfrenta um cenário totalmente diferente, com uma frota de mais de 200 veículos. O maior deles, o novo caminhão Scania com bomba de concreto de 60 metros.

Roberto Migliaccio, o atual líder do Grupo, compartilhou sua perspectiva: “Fazemos apenas obras de grande porte, como a construção de metrôs e viadutos, porque possuímos betoneiras e bombas adequadas para esse tipo de operação. Na maioria das vezes, transportamos e bombeamos concreto. Com uma variedade de veículos, somos capazes de lidar com as situações mais críticas: adversidades climáticas, pavimentos impermeáveis e espaços apertados.”

Leia também:

Filme Carga Máxima: Corridas, Caminhões e Noma em muita Ação

Cinco eixos e fácil de manobrar

construção civil
É o maior caminhão bomba de concreto da Itália

Uma das principais adições à frota do Grupo Migliaccio foi o caminhão Scania XT, que superou todas as expectativas. “Os benefícios de um veículo com uma bomba como esta são muitos. Estamos entre os poucos que possuem bombas tão grandes na Itália, o que nos torna uma escolha popular, já que alguns trabalhos exigem esse tamanho. Isso significa que podemos trabalhar mais rápido,” acrescenta Migliaccio.

O caminhão possui cinco eixos e, apesar de seu tamanho impressionante, é notavelmente ágil e fácil de operar.

Acelerando startups na China

Anton Wieselblad, gerente de Inovação da Scania, embarcou em uma missão na China, com o objetivo de explorar o próspero ecossistema de startups do país e fortalecer a colaboração de longo prazo com o mercado local.

construção civil
Anton Wieselblad, responsável por buscar startups na China

O executivo, juntamente com a Combient Foundry, foi o responsável por acelerar a colaboração de startups na Suécia, com um objetivo claro: transformar a Scania em uma organização mais empreendedora, preparando-a para os desafios do futuro.

Hoje, Anton está na China, o segundo maior ecossistema de startups do mundo, com um foco na aceleração da transição para um sistema de transporte sustentável. Esta missão é ousada, mas Anton está determinado a estabelecer as bases para que o escritório em Xangai se torne uma fonte de inteligência e capacidade que fortalecerá a presença competitiva da Scania.

Startups produz o dobro na China

Desde sua chegada, Anton tem estado imerso na pesquisa de mercado está em busca de parceiros externos que possam aprimorar, complementar ou até mesmo perturbar as soluções oferecidas pela Scania atualmente. Anton afirma: “Gostaria de descobrir os custos e benefícios de programas como este, especialmente no contexto chinês, onde o governo desempenha um papel significativo e os empresários confiam mais no mercado local.”

A construção de parcerias e redes de inovação é essencial para o sucesso das startups. Dessa forma, a experiência industrial e a presença global da Scania são ativos valiosos para alcançar esse objetivo. O ecossistema de startups na China produz o dobro em comparação com a Europa, o que oferece perspectivas promissoras.

Anton tem se encontrado com várias entidades públicas e privadas. Ele tem ficado impressionado com a agilidade com que os negócios são conduzidos na China. Ele reconhece o valor da colaboração com a comunidade chinesa e está empenhado em desenvolver essa rede.

Capacitação de Motorista Padrinho
Curso de Capacitação de Motorista Padrinho na Fabet-SP

 

- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui