domingo, maio 19, 2024

Com frota Scania a gás e elétricos, PepsiCo é reconhecida como exemplo em transição energética pelo Prêmio Log Assaí

A transição energética de sua frota fez a PepsiCo ser o destaque do Prêmio Log Assaí na categoria Sustentabilidade, como referência na logística brasileira entre indústria e o mercado atacadista.

A PepsiCo, reconhecida globalmente por sua vasta gama de produtos alimentícios e bebidas, deu um passo significativo ao incorporar, em uma parceria com a Scania Brasil, o seu primeiro caminhão elétrico semipesado para distribuição no Brasil.

Este semipesado elétrico, um modelo Scania P25 6×2 produzido na Suécia, foi importado pela Scania Brasil a pedido da PepsiCo para testes de performance. Ainda não indica o início de vendas e fabricação do modelo no Brasil. A experiência na operação real da PepsiCo vai possibilitar o conhecimento necessário para o aprimoramento e adaptação às necessidades locais.

Destaca-se por sua capacidade de eliminar as emissões de CO₂ durante o transporte de produtos, comparado aos caminhões a diesel convencionais. Esta iniciativa não apenas reforça a colaboração contínua entre a PepsiCo e a Scania na busca por reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEEs), mas também marca um marco importante na jornada da empresa rumo a uma frota de transporte mais ecológica.

Assaí
Simone Montagna, CEO da Scania Brasil, Christopher Podgorski, CEO Scania LATAM e Alex Carreteiro, presidente da PepsiCo Brasil. Foto: Marco Pinto/Assaí

Desde 2019, a PepsiCo tem sido pioneira no setor de bens de consumo no Brasil, testando e implementando caminhões movidos a gás e veículos completamente elétricos. Aliás, os caminhões a gás da Scania podem ser abastecidos com GNV (Gás Natural Veicular) ou com biometano. Como o biometano é um gás renovável e mais ecológico do que o GNV, a PepsiCo Brasil já planeja ter um posto de abastecimento de biometano em seu principal centro de distribuição, em Itu (SP).

Leia também:

TRICICLO PIAGGIO APÉ CARGO É NOVA SOLUÇÃO PARA ENTREGAS URBANAS

Com a inclusão deste novo caminhão elétrico, capaz de carregar até 23 toneladas e com uma autonomia de 200 km, a empresa eleva sua capacidade de transporte de carga de maneira sustentável. Um segundo veículo similar será entregue à transportadora Andrade Logística, que atua em colaboração com a PepsiCo, reforçando o compromisso da empresa com soluções logísticas responsáveis.

Alex Carreteiro, presidente da PepsiCo Brasil Alimentos, destaca que a introdução de tecnologias avançadas é fundamental para impulsionar a estratégia global de ESG da empresa. Sobretudo, conhecida como PepsiCo Positive (pep+). Certamente, visa ampliar a frota de veículos de baixa emissão. Além disso, outras inovações que beneficiem o meio ambiente em toda a cadeia de valor da empresa. A América Latina desempenha um papel crucial nessa iniciativa global.

O caminhão elétrico será utilizado para operações logísticas internas. Por certo, conectando fábricas a centros de distribuição em diversas cidades do interior de São Paulo, como Cabreúva, Itu, Valinhos, Indaiatuba e Sorocaba. Essa implementação fornece insights valiosos para futuras adaptações e melhorias, visando frotas mais verdes.

Saiba mais:

A 30ª edição da Intermodal South America começa dia 5 de março

Alex Nucci, diretor de Vendas de Soluções da Scania Operações Comerciais Brasil, ressalta a complexidade da transição para a eletrificação. Sobretudo, a importância da infraestrutura, tecnologia e gestão de baterias. Esta parceria com a PepsiCo é crucial para avançar o mercado brasileiro em direção a opções de transporte mais sustentáveis.

A frota própria conta com mais de 4 mil veículos. Mais de 160 são elétricos ou movidos a gás. Dessa forma, a PepsiCo demonstra um compromisso consistente com a redução de sua pegada de carbono. A empresa já conseguiu reduzir aproximadamente 900 mil quilos de CO₂, equivalente ao plantio de cerca de 6 mil árvores. Além disso, a introdução de painéis fotovoltaicos orgânicos em 250 caminhões é uma inovação no Brasil. Por certo, contribui ainda mais para a diminuição das emissões de GEEs.

Nos siga no LinkedIn!

Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui