domingo, maio 19, 2024

Brasil x Europa: MERCADO BRASILEIRO É GIGANTESCO PARA AS MARCAS EUROPEIAS

A tendência é que o Brasil tenha uma participação significativa dos fabricantes chineses em breve. No entanto, a história automotiva brasileira foi construída pelas empresas europeias. Então, que tal sabermos como anda o desempenho das marcas de veículos comerciais na Europa, já que elas estão no Brasil também? Veja todos os dados segundo a Associação Europeia de Fabricantes de Automóveis (ACEA), sediada em Bruxelas, equivalente a Anfavea em nosso país.

A ACEA representa os principais produtores de veículos comerciais da Europa. As associadas são: são DAF Trucks, Daimler Truck, Ford Trucks, Iveco Group, MAN Truck & Bus, Scania, Volkswagen Commercial Vehicles e Volvo Group. Todas elas estão presentes no Brasil, mesmo que de apenas um dos produtos vendidos na Europa, como na Ford, que comercializa a Transit e a MAN, que comercializou o MAN TGX e ainda precisa oferecer assistência técnica por meio da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

Vendas por segmento

A entidade anunciou um aumento geral de 11,2% nas vendas de novas vans (inclui utilitários de passageiros e cargas) na União Europeia (UE), atingindo um total de 730.969 unidades nos seis primeiros meses de 2023 pelas marcas europeias.

Além das vans, o mercado de caminhões na UE também prosperou, registrando um aumento significativo de 20%, totalizando 179.508 unidades vendidas no primeiro semestre de 2023. No primeiro semestre, o Brasil comercializou 52.547 caminhões, ou seja, o equivalente de 29,3% de toda a União Europeia.

Todos os principais mercados da UE viram crescimento de dois dígitos, com Alemanha (+24,8%), França (+12,3%), Itália (+12,6%) e Polônia (+10,8%) liderando o caminho. No mesmo período, o Brasil teve um desempenho negativo (-8,8%).

Os novos registros de ônibus na UE tiveram um desempenho sólido, com as vendas aumentando 15% para 14.781 unidades. Neste segmento, o Brasil emplacou 11.322 ônibus. Ou, o Brasil sozinho é equivalente a 76,6% do mercado europeu.

A França liderou este segmento, vendendo 2.982 unidades, representando um aumento de 22,3%. Outros mercados importantes, como Itália (+62,6%), Espanha (+58,7%) e Alemanha (+27,8%), também registraram crescimentos substanciais. No mesmo período, o Brasil também teve um desempenho de retomada (+54,9).

Conheça também o triciclo Piaggio Apé Cargo para entregas urbanas

Tendências de Combustíveis Alternativos

No primeiro semestre de 2023, a preferência por motores a diesel permaneceu dominante no mercado de vans e furgões, representando 83,5% das vendas.

No entanto, o interesse por propulsores alternativos está crescendo gradualmente nas compras europeias. Veículos comerciais leves eletricamente carregáveis viram um aumento impressionante de 100,4%, atingindo 6,9% da quota de mercado, impulsionadas pelo crescimento notável na França (+118,9%) e Espanha (+138%). Em contrapartida, os registros de comerciais leves híbridos-elétricos diminuíram 7,2%, para 2,3% do mercado.

Leia também:

https://frotanews.com.br/deputado-visita-fabet-sp-educacao-para-um-transporte-mais-seguro-e-eficiente/

 

Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui