domingo, maio 19, 2024

Boletim Agrishow 2024: Vamos vai com diversidade diante novos concorrentes

Boletim Agrishow 2024 atualiza-se diariamente com notícias curtas:

O número de locadoras de caminhões nos últimos dois anos cresceu tanto, que até a Abla (associação do setor) ainda não sabe dizer quantas existem. No entanto, na Agrishow 2024, a Vamos, do Grupo Simpar, foi pioneira, ou uma das pioneiras. Na edição da feira deste ano, sugiram muitos concorrentes, inclusive, das montadoras que criaram divisões de negócios para locação de caminhões. Como que a Vamos fez para si diferenciar.

Neste ano, com muitos concorrentes presentes, diferentemente das edições anteriores, a Vamos levou seu robusto portfólio de serviços e produtos focados no setor agrícola. Com uma frota de mais de quatro mil caminhões e máquinas e equipamentos dedicados ao agronegócio, a empresa explorou a diversidade de equipamentos, conforme nos informa Gustavo Couto, CEO da empresa:

  • – Um caminhão Volkswagen Agronomus, customizado pela BMB;
  • – Um caminhão Mercedes-Benz Arocs 3351 com semirreboque basculante graneleiro da Truckvan;
  • – Uma Scania G560 A6X4 Super Off Road, acompanhada de semirreboque graneleiro de quatro eixos, também da Truckvan;
  • – Duas empilhadeiras da HM Empilhadeiras, modelos 8FBN01 e 8FGD;
  • – Uma carregadeira Komatsu WA200;
  • – Dois tratores, um John Deere 8270R01 e um Case Magnum 340.

Atualmente, a frota da Vamos ultrapassa os 45,7 mil ativos, com mais de 91% locados em todo o território nacional. A empresa também possui 34 concessionárias agrícolas das marcas Valtra e Fendt, 18 de caminhões e ônibus Volkswagen, além de seis de equipamentos linha amarela da Komatsu e quatro lojas da HM Empilhadeiras.

A FPT Industrial apresenta o motor N45 Tier 3

Divisão do Iveco Group, a FPT Industrial apresentou o motor N45 Tier 3 Eletrônico, já incorporado aos tratores Case IH Farmall Max 140 e ao New Holland T6 140. O N45 é um motor de 4 cilindros da Série NEF, linha de propulsores compactos. Com um sistema de injeção eletrônica Common Rail de alta pressão e um turbocompressor Wastegate, este motor consegue entregar até 150 cv de potência e 610 Nm de torque, indicado para tratores de médio porte.

O motor N45 Tier 3 Eletrônico elimina a necessidade de utilizar o Arla, graças à certificação MAR-I. Além disso, oferece um intervalo de serviços prolongado de até 600 horas, reduzindo o custo e o tempo de manutenção, nos informa João Abreu, especialista de Marketing Produto da FPT Industrial.

Grunner lança protótipo e revela motor movido a etanol

Na edição deste ano da Agrishow, a Grunner apresentou um novo protótipo destinado ao mercado de grãos, a princípio, prometendo revolucionar a eficiência das operações agrícolas. O equipamento, chamado ADS Multi tem uma capacidade de carga de 29m³. Equivalente a 30 toneladas, além disso, tem a habilidade de operar três vezes mais veloz do que a de um trator.

O ADS Multi tem objetivo de reduzir o número de viagens necessárias para carregamento e descarregamento, bem como, maximizar as janelas de plantio e colheita. Equipado com uma balança com células de carga, o modelo proporciona uma leitura em tempo real dos grãos e fertilizantes sendo depositados, por certo, facilitando a gestão dos insumos.

Leia também:

Campanha “SOS Rio Grande do Sul – Carreta Solidária” em apoio às vítimas das enchentes

ABAG lança cartilha para ampliar conectividade rural

A Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG), fundadora da Agrishow, apresenta uma nova cartilha direcionada a governantes e formuladores de políticas públicas. A saber, oferecendo orientações estratégicas para ampliar a oferta de sinal de internet em áreas rurais.

Intitulada “Como ampliar a conectividade rural na sua região”, a publicação foi desenvolvida com a colaboração de gigantes do setor, bem como, Vivo, Sonda e Grupo Innovatech, todas associadas da ABAG. O documento está disponível para download em PDF por meio de um link fornecido pela associação.

Giuliano Ramos Alves, gerente de sustentabilidade e projetos da ABAG, enfatiza a importância da colaboração transversal para superar os desafios de conectividade no campo.

Rafael Munhoz, head de pré-vendas da SONDA Brasil, ressalta a importância da cartilha como um catalisador para o aumento da produtividade e inovação no campo. Por sua vez, Tiago Machado, diretor de relações institucionais da Vivo, por fim, aponta que o avanço de tecnologias baseadas na internet das coisas (IoT) e inteligência artificial é crucial para a competitividade no setor.

João Comério, CEO do Grupo Innovatech e coordenador do Comitê de Inovação da ABAG, descreve a cartilha como uma contribuição vital para a eliminação de barreiras, assim como, a melhoria do ambiente de inovação no campo.

Vivo Agro

Pelo terceiro ano consecutivo, a Vivo participa da Agrishow. Na edição deste ano, a empresa apresenta o Vivo Agro. Ademais, é um ecossistema tecnológico que integra soluções de Internet das Coisas (IoT). Além disso, big data, computação em nuvem e cibersegurança, criado em parceria com produtores rurais.

Leia também:

MWM na Agrishow apresenta soluções para uso de bioenergia brasileira

A estratégia de comunicação da Vivo inclui uma campanha desenvolvida pela VML, com spots de rádio, mídia exterior, anúncios em veículos especializados e estratégias digitais.

Nos siga no LinkedIn!

Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui