domingo, maio 19, 2024

A Iveco realmente é “Be the Change”, pois chega de ser a lenda do pulo do sapo

Há pouco dias, mostramos a renovação que a Iveco fez em seus caminhões sob o tema “Be the Change”, destacando as principais atualizações no Iveco S-Way. Neste artigo, vamos mostrar um pouco mais, pois a renovação que a fabricante italiana fez é muito grande para explicar em um artigo só. Ainda não há data para dizer quando essas atualizações chegarão aos clientes brasileiros, mas, não tenha dúvida, que os engenheiros da fábrica de Sete Lagoas (MG) estão trabalhando muito.

Isso, porque o CEO do Grupo Iveco, Gerrit Marx, afirmou em público, durante a coletiva de imprensa na abertura da Fenatran 2022, que todas as atualizações que a empresa fizesse na Europa, chegaria no Brasil. As fabricantes de caminhões, por estratégia justa, não revelam os lançamentos futuros. Mas o histórico de cada marca, nos permite imaginar o futuro, pois os atos são repetitivos. A Volvo e Scania, por exemplo, sabemos que uma renovação de linha de produtos que já existem no mercado brasileiro, e renovada na Europa leva um ano para chegar no Brasil. Lógico que há, produtos que são lançados na Europa e que não há mercado no Brasil.

Porém, no caso da Iveco, não temos um histórico bom, antes da gestão dos executivos Gerrit Marx (CEO mundial) e do Márcio Querichelli, presidente da Iveco para América Latina. Esses dois executivos são muito bons, obviamente, formaram um time de equipe também muito bom. Isso cria uma expectativa muito positiva para a marca e as mudanças começaram há cerca de três ou quatro anos. É pouco tempo para muito trabalho e para muita mudança. Mas elas estão acontecendo.

Então, vamos continuar falando das mudanças!

A Iveco apresentou a sua renovada gama 2024 que chega sob o lema “Be the Change” (seja a mudança em uma tradução literal). Todos os fabricantes estão sendo forçados a fazer mudanças. Uns estão fazendo faz tempo, outros estão na lenda do “pulo do sapo” (esta lenda é longa, mas diz sobre valores, como comodismo e vaidade, e só pesquisar sobre ela). Sob nova direção, a Iveco não quer mais ser sapo.

Sobre o S-Way

Iveco renova seus caminhões, principalmente, o pesado S-Way a diesel, gás e elétrico

Esta apresentação, que decorreu em Barcelona, ​​Espanha, além de expor a nova família de produtos, serviu para apresentar oficialmente a nova identidade da marca que corporiza o conceito de mudança. Passados ​​48 anos, muda o logotipo, que agora se destaca na cor preta, expressando o dinamismo e inovação da marca, mas mantendo a ligação com a história com um flash de luz na cor azul.

O tema do evento, “Seja a mudança”, é um convite para aderir à mudança e superar os desafios do futuro. Nos últimos quatro anos, a Iveco dedicou o seu tempo e recursos para antecipar a rápida evolução do mercado.

É por isso que nesta nova gama de veículos comerciais investiu mais de mil milhões de euros com o objetivo de renovar os seus produtos em função das necessidades e expectativas dos clientes.

Nasceu assim uma oferta de modelos para atender as diferentes ofertas de energia a fim de ter soluções sustentáveis ​​e rentáveis ​​para cada necessidade de negócio, desde o Daily, passando pelo Eurocargo (no Brasil conhecido por Tector) até ao S-Way, o topo de gama caminhão.

Novo Iveco Daily 2024

O modelo comercial mais leve da Iveco renova a frente, mas com maior visão geral do interior, com placa antirreflexo monobloco redesenhado para facilitar a vida do motorista a bordo: novos suportes para celulares e tablets, carregador sem fio de 15 W e grandes espaços de armazenamento abertos.

Be the Change
Como a vida fica melhor diante um painel como este da nova Daily

Ao nível dos instrumentos, acrescenta um display digital padrão de 10 polegadas (25,4 cm), que fornece todas as informações do veículo em tela panorâmica com tamanhos de letra maiores e mais legíveis. O motorista pode escolher entre três designs.

Ao mesmo tempo que mantém o grupo de trem de força inalterado, as novas funcionalidades de condução autônoma de nível 2 e um pacote ADAS melhoram a segurança geral na estrada e no trânsito intenso, ao mesmo tempo que reduzem drasticamente o stress e a fadiga durante longos dias de trabalho.

Novo Iveco Eurocargo 2024 (Tector)

Com uma reformulação mais acentuada em grande parte da cabine, o Eurocargo leva toda a Europa com melhorias na maioria dos aspectos. Embora mantenha o plano da geração anterior, acrescenta duas novas telas (multimídia e painel de instrumento) e a opção de ter Alexa como copiloto.

Novo Iveco T-Way 2024

O caminhão extrapesado desenvolvido com base no S-Way também aderiu à renovação, herdando em grande parte as mudanças de design exterior e interior do caminhão do qual foi derivado, sendo o diâmetro do volante reduzido em 450 mm para melhor manobrabilidade

O T-Way, para quem é mais jovem, é o antigo Trakker, que já foi vendido no Brasil. Ele é o concorrente nato do Mercedes-Benz Acros, do Volvo FMX e do Scania com a configuração XT. Os transportadores com atividade fora de estrada ficariam felizes em ter mais a opção do Iveco T-Way. No entanto, para competir neste segmento de alto profissionalismo, é preciso ser tão bom, ou melhor, do que os concorrentes citados. Veja as melhorias realizadas na linha T-Way.

Para melhor capacidade de tração com carga, a Iveco incorporou um novo eixo traseiro denominado 18X disponível para missões pesadas: MMTAC 50-60 TM e alta demanda de carga útil. Também uma ponte de acionamento de redução simples reforçada, nova carcaça, suporte e sistema de freio.

No nível do chassi, sua seção mais importante, adiciona novos conteúdos para fornecer ao encarroçador interfaces elétricas/eletrônicas com botões na prateleira superior e no painel. Além disso, fiação livre da cabine ao chassi e dos conectores BB à prateleira superior e slots dedicados para interruptores no painel.

Então, resumindo, a Iveco está sendo “Change” para o transportador ser “Be the Change”.

Nos siga no LinkedIn!

Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui