quarta-feira, maio 22, 2024

Mato Grosso: vital corredor logístico terá início de sua pavimentação

O Mato Grosso recebeu sinal verde do Ministério da Agricultura e Pecuária e do Ministério dos Transportes para início da implantação e pavimentação de um trecho crucial da rodovia BR-158, situado no coração do Vale do Araguaia.

O projeto prevê a pavimentação inicial de 12 quilômetros da BR-158, com um investimento substancial de aproximadamente R$ 40 milhões. Essa rodovia é amplamente reconhecida como um vital corredor logístico que desempenha um papel fundamental no escoamento da produção mato-grossense para o restante do país. Além disso, sua melhoria promete facilitar consideravelmente os deslocamentos da população local.

Um fator de destaque é que a BR-158 é uma via pela qual passa uma parcela significativa da produção agrícola do estado, incluindo soja, milho e algodão, que são destinados ao mercado internacional. Portanto, a pavimentação desse trecho não apenas aprimorará a infraestrutura de transporte, mas também contribuirá para o desenvolvimento econômico do estado.

Leia também:

Grupo Sipal é o novo distribuidor Noma do Brasil no Mato Grosso

Novo PAC

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) emitiu a Licença de Instalação que autoriza o início das obras. O Governo Federal realizará o financiamento por meio do novo Plano de Aceleração do Crescimento (PAC).

A espera pela pavimentação da BR-158 foi longa e ansiosamente aguardada pela população do Vale do Araguaia, sobretudo pelos produtores rurais da região. O projeto total prevê a pavimentação de cerca de 195 quilômetros, criando um contorno contínuo contornando a Terra Indígena Xavante Marãiwatsédé, no estado de Mato Grosso.

Essa extensão será dividida em dois lotes, um com 94 quilômetros e outro com pouco mais de 101 quilômetros. A previsão é que aproximadamente 2.000 veículos trafeguem diariamente por essa rota após a conclusão da obra.

Obra mais aguardada

O Ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, destacou o esforço conjunto de várias instituições federais para tornar esse projeto uma realidade. “A BR-158 não será mais apenas um sonho, mas uma obra em andamento que beneficiará a população”, afirmou. Ele ressaltou ainda que essa é, sem dúvida, a obra mais aguardada pelo povo mato-grossense, uma realização que todos os c.idadãos ansiavam há décadas.

O ministro dos Transportes, Renan Filho, enfatizou a importância dessa pavimentação, decerto, há muito tempo era esperada. Chegamos a um acordo com as comunidades indígenas locais e garantiremos essa obra que impulsionará o desenvolvimento de Mato Grosso, criando uma ligação mais eficiente com o Pará. Isso resultará em maior agilidade no escoamento da produção, traduzindo-se em mais empregos, oportunidades para a população e crescimento econômico”, declarou o ministro.

Carlos Fávaro acrescentou que “uma rodovia pavimentada não significa apenas benefícios para o agronegócio, mas também salvará vidas, tornando as vias mais seguras para todos os que as utilizam.”

O início dessas obras representa um marco significativo para a infraestrutura de transporte em Mato Grosso. Decerto, é um marco para o desenvolvimento e progresso para a região do Vale do Araguaia. Com a pavimentação da BR-158, a expectativa é que o estado possa consolidar sua posição como um importante polo produtivo. E, enfim, realizar o escoamento da produção agrícola brasileira.

- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui