quarta-feira, maio 22, 2024

GERDAU, VAMOS E VW SE UNEM PARA RENOVAÇÃO DE FROTA E RECICLAGEM DE CAMINHÕES VELHOS

Araçariguama, SP – Em um marco inédito, um evento realizado na unidade de produção de aço da Gerdau em Araçariguama (SP) testemunhou a formação de uma aliança estratégica entre as empresas Gerdau, Vamos e Volkswagen Caminhões e Ônibus. O anúncio traz consigo promessas de renovação da frota nacional, trazendo importantes figuras governamentais, líderes empresariais e representantes da mídia.

O “programa pioneiro de uma ideia de anos” engloba todas as etapas essenciais da renovação da frota: aquisição, desmobilização e reciclagem de caminhões antigos. Estes serão substituídos por caminhões zero quilômetro (sistema Euro-6/P8) da Volkswagen, no caso desta parceria.

reciclagem
Visita do presidente interino da República, Geraldo Alckmin, com os líderes das empresas que fazem esta aliança para a renovação de frota

Objetivo ambicioso

É ideia é que outras montadoras de caminhões formem suas alianças também, pois a necessidade é que mais de 2 milhões de unidades de veículos de cargas sejam renovados e reciclados nas próximas décadas.

A meta do programa abrange benefícios variados, como aumento da qualidade de vida dos motoristas autônomos, aprimoramento da logística nacional e contribuições substanciais para a economia e o meio ambiente.

A Vamos, destacada no setor de locação e venda de veículos industriais, efetuou a aquisição de 140 caminhões com mais de 20 anos de serviço, alguns com notáveis 53 anos de atividade. Com isso, a Vamos ganhou créditos fiscais do Programa de Renovação de Frotas para aquisição de 140 caminhões zero quilômetro.

A reciclagem

A reciclagem dos caminhões antigos é liderada pela Gerdau, uma pioneira em equipamentos de reciclagem de aço. Mega trituradores, conhecidos como Shredders, nas unidades de Araçariguama e São Caetano do Sul, assumem a tarefa de processar os caminhões obsoletos. A Gerdau garante, assim, um suprimento sustentável de sucata de aço, alinhando-se ao conceito de economia circular.

Os componentes que não são aço, a Gerdau encaminha para outras empresas especializadas em diferentes materiais, como óleos, pneus, vidros, plásticos etc.

As palavras dos líderes

Gustavo Couto, CEO da Vamos, expressou o alinhamento dessa ação com a visão da empresa de contribuir para a renovação da frota brasileira. Ele destacou os efeitos benéficos da aliança em aspectos sociais, ambientais e econômicos. Incluiu aprimoramento da qualidade do ar, redução de acidentes e tráfego. Além disso, a promoção do emprego e incremento da competitividade do setor de transporte e logística.

Rubens Pereira, vice-presidente da Unidade de Negócios Brasil da Gerdau, sublinhou a relevância dessa colaboração. Evidenciou o compromisso da empresa em reciclar 250 mil veículos anualmente. Pereira também ressaltou o papel crucial da Gerdau na economia circular e na mitigação das emissões de carbono.

reciclagem
Roberto Cortez com Geraldo Alckmin em visita ao processo de reciclagem da Gerdau

Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus, celebrou a venda dos 140 novos caminhões à Vamos. Cortes exaltou o orgulho da empresa em participar dessa iniciativa vanguardista no Brasil, um projeto que entrelaça sustentabilidade, inovação e tecnologia. Ele também elogiou o programa do governo federal. Isso porque oferece condições especiais de financiamento para os compradores dos novos caminhões, contribuindo para a concretização desse projeto audacioso e transformador.

Para o aumento da segurança viária também é necessário o investimento no treinamento e capacitação dos motoristas profissionais. Para isso, a Fabet oferece cursos para diversas áreas da gestão das transportadoras e áreas de logística dos embarcadores. Saiba mais:

Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui