sábado, maio 25, 2024

A REVISTA ABRATI DE JUNHO JÁ ESTÁ DISPONÍVEL PARA DOWNLOAD COM VÁRIOS ARTIGOS SOBRE O TRANSPORTE DE PASSAGEIROS

A revista Abrati 116, de junho de 2023, da Associação Brasileira das Empresa de Transporte Terrestre de Passageiros, já foi publicada por meios digitais e o link para acessar edição está aqui. Para esta edição, eu tive o prazer de ser convidado pela editora da revista, Maria Fernanda Mota, para escrever um artigo na seção “Insight”. Neste artigo conto a experiência de me tornar usuário de ônibus rodoviário após o início da pandemia com o artigo intitulado “Usuário das próprias reportagens”.

revista abrati

A revista ainda está com diversos artigos interessantes, veja o índice na página abaixo.

Leia também: AS VANTAGENS E COMO FUNCIONA A SUSPENSÃO A AR NOS NOVOS ÔNIBUS VOLKSWAGEN

Sobre a Abrati 

Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros, mais conhecida como Abrati, é uma entidade que representa os interesses das empresas de transporte rodoviário de passageiros no Brasil. Então, a história da Abrati remonta ao início da década de 1990, quando o setor de transporte terrestre de passageiros estava passando por mudanças significativas. 

Naquela época, o transporte rodoviário de passageiros no Brasil era predominantemente realizado por empresas estatais, com pouca concorrência e regulamentação. No entanto, com as privatizações e abertura do mercado, novas empresas surgiram, trazendo maior diversidade e competitividade ao setor. Essa transformação exigia uma representação efetiva para defender os interesses dessas empresas frente aos desafios e demandas do mercado. 

A criação da Abrati

Foi nesse contexto que, em 1991, um grupo de empresários do setor decidiu fundar a Abrati, com o objetivo de promover o desenvolvimento e a melhoria contínua do transporte terrestre de passageiros no país. Contudo, criaram a entidade como uma associação sem fins lucrativos com sede em Brasília, a capital federal. 

Desde sua fundação, a Abrati tem trabalhado em várias frentes para promover a valorização do transporte rodoviário de passageiros e contribuir para a modernização e aprimoramento do setor. Certamente, a associação tem atuado junto aos órgãos governamentais e entidades reguladoras, buscando influenciar políticas públicas, propor medidas de melhorias e defender os interesses das empresas associadas. 

Entre as principais atividades desenvolvidas pela Abrati estão o acompanhamento da legislação relacionada ao setor. Assim, isso inclui a elaboração de estudos e pesquisas sobre o transporte terrestre de passageiros, a participação em fóruns e eventos do segmento, além da representação institucional em diversas esferas. 

A Abrati também tem se destacado na promoção da segurança e qualidade dos serviços de transporte terrestre de passageiros. Aliás, a associação tem defendido a adoção de padrões de segurança mais rigorosos, a capacitação e qualificação dos profissionais do setor. Além da busca pela melhoria da infraestrutura e das condições de transporte para os passageiros. 

Ao longo dos anos, a Abrati tem se consolidado como uma importante entidade representativa do transporte terrestre de passageiros no Brasil. Ademais, sua atuação tem contribuído para o fortalecimento e a modernização do setor, promovendo a competitividade e a qualidade dos serviços oferecidos pelas empresas associadas. 

Com o passar do tempo, a Abrati continua a se adaptar às mudanças e desafios do setor. Afinal, ela busca defender os interesses das empresas de transporte rodoviário de passageiros e contribuir para o desenvolvimento sustentável do transporte terrestre no país. 

Marcos Villela Hochreiter
Marcos Villela Hochreiterhttps://www.frotanews.com.br
Sou jornalista no setor da mobilidade desde 1988, com atuações em jornais, nas áreas de comunicação da Fiat e da TV Globo, como editor da revista Transporte Mundial entre 2002 e maio de 2023, e com experiência em cobertura na área de transporte no Brasil e em cerca de 30 países. Representante do Brasil como membro associado do ITOY (International Truck of the Year), para troca de experiências e conteúdos jornalísticos. Mais, recente começou como colaborador do corpo docente na Fabet (entidade educacional sem fins lucrativos).
- Publicidade -
Últimas notícias
você pode gostar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui